image

Seu despertar está divinamente garantido e, portanto, inevitável. Muitos acreditam que a data prevista para este evento não viria mais! Eu tenho que lembrá-lo que o tempo é parte da ilusão e que nada caiu. A existência da ilusão era apenas momentânea. No entanto, a humanidade tem em anexo uma forte crença e para a linha de tempo que, aparentemente, oferece como real, parece que esteve esperando interminavelmente pelo seu momento de despertar e elevar-se na alegria eterna.

Essa crença infundada está desaparecendo. Sua ciência provou satisfatoriamente que o tempo não é real, embora no chamado mundo “real” tenha ainda que lidar com ele em suas vidas diárias. É um aspecto não resolvido e principalmente incompreensível da vida terrena com o qual só tenha que lidar e até seu despertar continuará a ser um enigma insolúvel.

Todos que estão lendo ou ouvindo isso são Portadores de Luz, Sinalizadores, Semente das Estrelas. São aqueles que estão mantendo a Luz e a intenção para a humanidade despertar e está sendo bem sucedido além de suas fantasias mais selvagens. A consciência do coletivo está mudando, sua visão está sendo redirecionada para os aspectos espirituais da vida e longe das distrações cada vez menos atraentes da ilusão e isso, em grande parte é devido à intensidade de suas orações, meditações e poderosas intenções espirituais.

Você encarnou para fazer isso e está tendo sucesso, embora, é claro que suas memórias da Realidade permanecem escondidas, enquanto trabalha muito e bem para completar a enorme tarefa que se comprometeu com a assistência ilimitada daqueles nos reinos espirituais.

Se pudesse lembrar-se totalmente quem é e qual sua tarefa, seria capaz de desfazer seus planos, porque a consciência da alegria do Céu, enquanto estivesse experimentando a miséria, sofrimento e traições da vida humana iriam distraí-lo completamente. Para que pudesse realizar a sua missão aqui, a Terra teria que parecer muito real. Na Terra, todos têm um lado sombrio que tem que ser reconhecido, honrado e trazido para o alinhamento com o seu Eu total. É a sua parte que tem sofrido inúmeras vezes ao longo da vida, uma parte que teve que entrar em negação para sobreviver, negação que tem de ser vista e resolvida.

Nos reinos espirituais, onde tem ido com frequência para descansar e relaxar depois de uma vida na Terra, não há dor ou sofrimento, só Amor. No entanto, enquanto na Terra, a viver vidas ilusórias, cada um de vocês tem e foi maltratado pelos outros e a sombra dessas experiências dolorosas e memórias escondidas tem que ser trazida à consciência e curadas, porque qualquer coisa que não esteja em perfeita harmonia e alinhamento com Amor não pode suportar a energia intensa e bonita que é a Realidade, o Céu.

Todo ser senciente e consciente é uma criação divina e por isso é perfeito. Não há sequer uma alma que não se encaixe nesta categoria de perfeição, porque se assim não fosse, Deus não seria a fonte do Amor infinito, Sabedoria e da Verdade que É. Seria menos do que completamente perfeito, estando muito além do possível que ele não pudesse nem mesmo ser concebido. Ele é perfeito e assim, portanto, é toda a Sua criação, onde cada ser vivo é uma parte essencial e insubstituível.

Todavia, durante os jogos que esteve jogando por eras na ilusão, tentou construir algo que não era perfeito e, na verdade, impossível. No entanto, devido ao fato da ilusão ser tão habilmente construída – onde são todos os seres de grande poder e majestade, gênios criativos, na verdade – conseguiu convencer os aspectos de si mesmos em que entraram, como fosse real e perigoso. E ideias defensivas foram desenvolvidas para protegê-lo das ameaças que o assaltavam, quando adquiriu a ideia da separação e individualidade.

A confiança tornou-se um grande problema, quando optou por não confiar e proteger-se das traições esperadas de outros. Construiu desconfiança e traição na ilusão e, em seguida, teve de lidar com elas. O resultado foi um ambiente no qual o Amor foi rejeitado, porque parecia torná-lo fraco e vulnerável, substituindo com amor condicional (totalmente ilusória), num estado em que esperava pagamento – como por seus filhos, quando, por exemplo, dizia: “se melhorar suas notas escolares irei recompensá-lo com…” E, claro, muitos outros exemplos saltam à mente. Para dizer no mínimo, aspectos totalmente desamorosos que se tornou seu lado sombrio que o manteve então enterrado na negação.

Claro que muitos abraçaram o poder aparente, que foram capazes de manejar e gostaram de usá-lo para ferir e controlar os outros. O que não podiam ver, porque estavam tão profundamente negados, foi seu próprio medo e dor. Pensaram que o seu poder os tornassem invencíveis. o que lhes deus uma falsa sensação de felicidade e segurança. Eventualmente quando envelhecidos, sua força diminui e o mal-estar perturba a sua sensação de segurança. Tornam-se mais exigentes, inflexíveis e nunca estão satisfeitos. Todos os que encarnam como seres humanos experimentam o poder e impotência, de ter e ser abusado e que a única solução para essa dor e sofrimento arraigado é abraçar, amar e perdoar todos os que parecem tê-lo abusado qualquer maneira.

A falta de Amor nunca poderá fundir e integrar-se com o Amor, porque só o Amor é real, todo o resto é ilusório e deve ser liberado, abandonado, dissolvido, para que a entidade segurada a essas características possam voltar para casa, para Realidade, ao Amor, à Presença de Deus. Somente o real existe, as máscaras e disfarces, das quais os sonhos e ilusões consistem, devem ser descartadas para que uma entidade possa mais uma vez ser e abraçar seu verdadeiro Eu. O Eu que é eternamente parte e está sempre ligado à sua origem e, a partir que tudo o que é ilusório e irreal caia fora.

Suas máscaras e disfarces cativaram e o confundiram por eras, evitando se conhecerem. Agora é a hora de liberá-las para abrir seus corações para o Amor que os cerca e despertá-los para a Realidade.

Com muito amor,

Saul.

Canal: John Smallman
Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/