ArcaneArcher

“O arqueiro não sucumbe à auto-piedade…”

A Fonte
Pela Primeira Fonte
Através de: Hazel

Em vosso mundo o atingimento da superioridade se torna uma meta governada pelas estruturas sociais.

Há limites impostos para a definição e compreensão do sucesso.

Vocês, Filhos de Deus são moldados pelo contexto que os outros criaram para vocês.

Classes com divisões categorizam habilidades e oportunidades para o sucesso.

A vocês vos é dito o que fazer para terem sucesso e são dadas poucas oportunidades para descobrirem a verdade.

Os costumes mundanos prevalecem em favor do esotérico.

A verdadeira visão que se evidencia através de medidas criativas raramente é apreciada – pois o prestígio parece ser desprovido de tal coisa.

Muito poucos são capazes de trazer sua visão à luz da compreensão de outrem.

A alegria da criatividade tem diminuído e a essência da alma tem recebido pouca atenção.

Os homens são admirados menos pelos seus talentos criativos e mais pelo seu status de celebridades fabricados em um mundo orientado por objetivos materiais.

O poder se tornou sinônimo de sucesso e o cifrão se tornou o modelo no qual o Homem mede sua realização.

O Homem marcha [no ritmo] da batida do tambor temporal que impõe um estrutura na qual a realização deve ocorrer.

Metas são impostas ao Homem as quais devem ser cumpridas em determinados momentos de sua vida mortal.

A incapacidade de alguns para atingir estas metas, muitas vezes leva a estados depressivos da mente e a pensamentos de inferioridade.

Em grande parte, o Homem se tornou atado a outros e por desejo, demandas e expectativas que são impostas sobre ele.

Sua vida se tornou uma mistura física com tirania emocional que o atormenta quando o seu irmão ou vizinho é capaz de “adquirir” a realização física e material.

No entanto, no meio dessa maioria, há um punhado de pessoas que perseveram com a visão mais elevada e desperta dentro de si toda sua capacidade de se conectarem com sua Fonte.

Esses são os protagonistas do pensamento superior.

Eles são os únicos que vêem além da mesa plana e sabem que a vida é eterna, e que cada experiência é para ser espiritual.

Eles vêm para reconhecer que a sua jornada mortal lhes proporciona a oportunidade para afiarem suas habilidades espirituais em um ambiente mundano e essa se transforma na meta.

A eficácia da vida espiritual é apreciada por estes indivíduos que nunca perdem de vista sua finalidade.

Eles sabem que através da sua estada na Terra, serão dotados de novas oportunidades para expandirem as limitações mortais e para descobrirem todas as suas proezas do espírito.

Eles aprendem a superar as distrações do mundo e a permanecerem focados em sua missão; pois eles são aqueles que entendem que este plano é uma transição para terrenos mais altos da realização espiritual.

Os protocolos que estes seres criam para si mesmos são para o domínio da alma.

Como um arqueiro que prepara o seu arco e mira no alvo, eles permanecem centrados no “EU SOU”, pois é o “EU SOU” que eles devem atingir através da conquista do “Eu”.

O arqueiro não sucumbe à auto-piedade, mas através do espírito resiliente que tem, ele muda o foco ao errar o alvo.

Errar o alvo significa que ele ainda não está totalmente pronto e tem necessidade de continuar perseverando para aperfeiçoar suas habilidades sobre qualquer aspecto que possa ser.

No processo de preparação para o sucesso e para a vitória, o desconforto, a dúvida e a dor podem ser acompanhantes necessários.

No entanto, o ser espiritual não deve esvanecer em seus esforços e fé, pois sabe que aquilo que deve atingir é a libertação do seu autêntico eu da figura mortal.

Cada um de vocês tem a responsabilidade de si mesmo para alcançarem o vosso potencial pleno da Fonte.

Vocês estão presentes para servirem ao Deus encarnado.

Vocês serão livres quando assim desejarem ser livres, pois a liberdade é um estado interior do ser.

Somente um Homem iluminado pode ser livre.

Se vocês não se sentem livres, então vocês ainda não estão esclarecidos.

Isso significa simplesmente que vocês devem aumentar vossos esforços.

Desculpas e resmungos são derivados do pensamento inferior.

Grandes pensadores assumem a responsabilidade e ação.

A aquisição da riqueza material é marginal (Obs: Notem aqui a palavra “marginal” se refere a “lateral” ao lado. S.Estr.) à aquisição da destreza espiritual.

Criem o vosso próprio modelo de sucesso, assumam o controle sobre vossas escolhas, definam o ritmo da vossa realização, atem-se ao espírito e não aos desejos dos outros; definam o vosso objetivo; mantenham o foco; reavaliem vossas habilidades e tomem medidas para melhorá-las; sejam honestos consigo mesmos; sejam proativos e afinem vossos talentos com uma causa digna de realização.

Quando o caminho parecer ser longo ou a perplexidade abalar, injetem novas energias; busquem uma nova perspectiva e se tornem aquele arqueiro espiritual que calça seus sapatos espirituais e corajosamente assume a responsabilidade pelo seu sucesso.

Post. e Divulgação
Semeador de Estrelas

http://semeadorestrelas.blogspot.com/2011/06/arqueiros-espirituais.html

Anúncios