pleiadians

Saudações… Somos o Conselho dos Nove. Viemos até vocês hoje, com o objetivo de discutir o amor.

Em seu mundo, o amor é um assunto controverso. Nós achamos isso curioso uma vez que o amor é o tecido e a trama da qual você é composto, a própria estrutura da criação. No entanto, em sua mente inferior você criou um vasto mundo de querer, necessidades e desejos todos vinculados a alguma vaga impressão do que é o amor. Nós informaríamos a você gentilmente que, na maioria dos casos, o que muitos de vocês têm experimentado realmente é o que o amor não é.

O amor pode ser grande e ardente. O amor pode ser suave e gentil. O amor pode ser difícil. O amor pode libertar tudo aquilo que não te pertence a partir do interior do seu ser, como um vento do deserto. O amor pode encher seu coração e transbordar com uma dor expansiva.

Você pode acreditar que o que você sente por outro ser humano é amor, seja ele homem, mulher ou criança. É um ar ou uma sensação de carinho e um desejo de proteger. No entanto, isso ainda não é a plenitude do amor.

Muitos equívocos tais como; a luxuria pode parecer amor, e somente ser despertada dias ou meses mais tarde, quando se perguntam a si mesmos quem é essa pessoa a quem estão momentaneamente ligados ou até mesmo casados. Isso é o amor. É realmente tão simples quanto isso, e ainda muito mais complexo.

Cada um de vocês quer esteja consciente disso ou não, anseia por sentir a plenitude do amor, o amor incondicional que se recebe dos outros, mais especialmente daqueles a quem você se sente mais próximo, o seu cônjuge, sua família e, às vezes, seus amigos.

Para a maioria, o amor como você o compreende em seu mundo, tem sido condicional, dependente do que a outra pessoa ou pessoas estejam dispostas a dar a você em troca de seu “amor”, por consideração ou proteção.

Como você pode amar verdadeiramente outra pessoa, se você está constantemente colocando condições sobre esse “amor”? Uma vez que você trabalha com essas condições, você inconscientemente constrói obstáculos à sua própria capacidade de ser capaz de receber e retribuir o amor verdadeiro, o amor incondicional.

O que é o amor incondicional e por que é tão indescritível para muitos? Este é um amor que não julga, defende ou distingue entre qualquer ser vivo que possa entrar em sua proximidade. É um amor que abrange toda a criação pois ele emana do coração de Deus Pai-Mãe da Fonte da Criação, daquela que criou a matéria e a colocou na matéria escura do Universo em expansão.

O amor incondicional está além da compreensão da mente pequena que iria embalar e dividir, qualificar e categorizar. O amor incondicional é o amor que supera qualquer compreensão e simplesmente é, em si, todo puro e imaculado. É a essência do seu Eu Superior. É a verdadeira essência de si mesmo, despojado de tudo o que não é o Eu (Self).

Muitos estão começando a acordar e perceber que eles precisam amar a si mesmos. Isso é uma coisa difícil para alguns, por muito tempo eles têm permanecido nas sombras de dúvida e ódio por si mesmos, muitas vezes não entendendo as questões centrais ou razões para tais sentimentos.

Entrar no amor-próprio ou respeito por si mesmo é meramente um passo no caminho para a auto-mestria. Se você sente que você não pode amar a si mesmo, no entanto, aprende a aceitar-se como você é, você liberara o seu futuro Self para o amor.

O amor flui do coração da Criação, mas não se pode sentir essa conexão ou fluxo com a Fonte até que se tenha conectado com a fonte de amor dentro de si, no seu próprio centro do coração.

Você tem mais de um coração. Você tem um coração que bate ritmicamente, uma bomba orgânica maravilhosa movendo o sangue oxigenado por todo o sistema cardiovascular para alimentar as células e remover o sangue usado e os resíduos celulares através do sistema linfático e os pulmões. Seus corpos são uma criação maravilhosa e são compostos de partículas de amor, abençoado pelos elementais e seres angélicos que prestam atenção a cada respiração, a cada pensamento e a cada batida do seu coração.

Seu segundo coração, a sede da alma, repousa dentro de seu corpo etérico, que é a cópia perfeita divina para o corpo que você usa todos os dias. O coração superior está situado acima e dentro da glândula timo. Este centro do coração está selado naqueles que ainda não tiveram ainda despertado a fim de proteger o tesouro que se encontra internamente. Ele se abre em resposta a seus esforços para desobstruir e alinhar-se com seus centros de energia.

Aqueles que encarnaram neste planeta com o propósito de ajudar a humanidade a evoluir durante este ciclo de transição em curso, são alguns dos que primeiro abrem o coração etérico superior. Muitos vão falar de momentos, horas ou até mesmo dias de felicidade, a medida que as energias ardentes de amor enchem seus seres. Para a maioria, o retorno à terra, a “realidade” é dolorosa… No entanto, evoluir para algo maior e mais fino é necessário que haja um fluxo e refluxo para o seu progresso. A felicidade não pode ser sustentada para sempre; senão você não vai avançar, mas ao contrário desejará permanecer onde está atualmente.

Você pode ansiar por felicidade e as frequências vibracionais daquilo que você considera os planos superiores, mas na realidade, o plano da terra é aquele em que você progride mais longe e mais rápido em sua jornada da alma. Por que você iria querer fazer progressos? Por que, por causa do amor que vocês são, como uma resposta natural à Vontade de seu Criador, que deseja por vocês a plenitude daquilo que vocês podem experimentar e ser.

Terra é uma sala de aula e tem sido como tal, por um tempo muito longo. É uma sala de aula difícil, aquela na qual a maioria dos humanos não tem experimentado uma grande dose de amor, com os outros ou para si próprios. Isso está agora em processo de mudança. No futuro de seu planeta, a oportunidade de experimentar o que é realmente o amor vai estar presente e disponível para todos os que escolhem ou são escolhidos para vir aqui.

Você pode ter esquecido que a oportunidade de encarnar neste ciclo particular de criação era limitada. Somente aqueles que foram os fortes e corajosos poderiam se inscrever e serem aceitos. Você está aqui porque você ganhou um lugar. Você está aqui porque você tem dons e grande sabedoria armazenada dentro de vocês, obtida a partir de sua experiência e vidas vividas em não apenas neste corpo planetário, mas também de outros mundos. Cabe a cada um de vocês encontrar a chave para abrir o tesouro que se encontra interiormente. A chave é o amor-próprio.

Agora, muitas de suas culturas do mundo consideram o amor-próprio como sendo uma forma egoísta de existência. Esperam que vocês obedeçam e olhem para os chefes de família, líderes comunitários e nacionais, especialistas em todos os campos, mentores religiosos e professores… Olhar em todos os lugares, exceto interiormente por orientação e aconselhamento. Se você está progredindo em cima de sua jornada espiritual, no entanto, toma uma estrada menos percorrida, você deve estar disposto a largar tudo, a auto-crítica e encarar a si mesmo, olhar para os seus próprios olhos e coração e ver o que está verdadeiramente no centro do seu coração. Se você se permite olhar sem julgamento ou expectativa, você pode surpreender-se e descobrir que em seu âmago… você é Amor e sempre foi assim.

A ideia de procurar dentro de si mesmo, assusta a muitos. Eles temem o que eles possam ver ou sentir. Às vezes parece que esses medos são justificados, mas saiba que uma vez que você aprende a se aceitar como você é e tem sido, você chegará a um lugar onde você pode se mover com certeza no auto-perdão. Em suma, você pode deixar ir tudo o que você tem carregado em termos de culpa e vergonha; você pode deixar ir tudo o que não é você e nunca foi. Todos vocês que têm carregado por muito tempo os julgamentos de outros interiormente, julgamentos dados por outros a cada vez que você tenha ficado aquém das expectativas da família, amigos, comunidade e outras organizações sociais. Como a maioria dos relacionamentos tem sido condicional na natureza, há um grande acúmulo de culpa e vergonha relacionado e alinhado com medo de ser descoberto. Todo mundo carrega segredos interiormente, às vezes os segredos que a pessoa os carrega e não sabe que serão revelados, inevitavelmente eles virão quando a alma passa por uma purificação em preparação para elevar-se na freqüência vibracional.

Esse ciclo de expurgo é o que todos vocês têm experimentado mais intensamente nos últimos vinte anos. No ano passado até agora, este ciclo de expurgo e liberação chegou a uma intensidade que deixou muitos ofegantes e em busca da realidade. As antigas instruções e velhas formas de ser, não ressoam ou não podem ser encontradas e, como resultado, muitos entram em modo de pânico se colidindo em outros em sua confusão.

Agora não é o momento de entrar em pânico, exceto buscar essa paz interior que está dentro de vocês, como um tanque de ouro fundido, alojado em seu próprio coração superior. Permita-se ser gentil consigo mesmo, aprenda a aceitar você como você é e tem sido, de modo que você possa ser capaz de expandir e experimentar mais do que você verdadeiramente é, um ser de luz divina, enquanto ainda encarnado.

Este ciclo é uma rara oportunidade de trazer o céu para a terra. O termo “ascensão” é muito mal compreendido, assim como é o amor e a luz. Alguns dos recém-despertos sentem a necessidade desesperada de escapar deste mundo e por isso, quando eles descobrem o potencial de experimentar a felicidade, a luz e amor, eles vão lá e lá permanecem e não progridem além no caminho. Muitos, mesmo aqueles que se consideram trabalhadores da luz, permanecem presos, porque eles não estão dispostos a fazer o trabalho para liberar o velho, a fim de integrar a sua essência masculina e feminina dentro de seu próprio ser, a fim de integrar a sombra e trazer para o seu ser físico as mais altas essências de seus “Eus” multidimensionais.

Ascensão neste ciclo é realmente sobre “descensão” ou seja, trazer a sua essência mais alta para a consciência desperta. Você está destinado a ser um ser totalmente consciente. Isto significa estar plenamente consciente de seus muitos “Eus” que vivem em outros mundos, em outras linhas de tempo e dimensões, e depois o ser físico onde uma parte “você” atualmente reside. Até mesmo chegar ao ponto de reconhecer que você é um ser multidimensional requer que você entre em um espaço de profunda auto-aceitação e amor-próprio.

Dentro dessa auto-aceitação, você será capaz de deixar de lado as pequenas preocupações mesquinhas de que você não pode ter sucesso se você não fizer isto ou aquilo. Você vai aprender a seguir com a sua intuição e orientação corretas que emanam de dentro do seu próprio posto de comando, o seu coração superior. É através do coração superior que sua Alma e Mônada ou família espiritual podem se comunicar com você e guiar o seu progresso adiante, mas você deve estar disposto a ouvir.

A arte de ouvir interiormente exige que você deixe ir todos os medos que estão criando bloqueios, agindo como pedras em uma caverna, impedindo qualquer movimento para frente. Remova as pedras, limpe a caverna e encontre as portas douradas que o levam ao templo sagrado dentro de cada ser humano. O seu Ser Crístico reside dentro da caverna de cristal, dentro dos recintos sagrados do templo interno e é aqui que você pode se comunicar um a um com Aquele que verdadeiramente O ama incondicionalmente.

Este, o Cristo Ungido, é o seu eu espiritual… Mas apenas uma parte daquele Ser magnífico que você é. Além do Cristo, se encontram muitas camadas de realidade e planos de existência. Cada um de vocês é na verdade muito mais do que sua mente inferior pode compreender e assim o conhecimento dessas outras partes de você virá de forma lenta e gradual em sua consciência uma vez que você esteja pronto para receber o conhecimento da mesma.

Você é o amor. Você foi feito no amor pela união sagrada de Deus Pai-Mãe. Você foi enviado como faíscas de luz em um universo para explorar os confins mais distantes e por isso você veio ao lugar onde seu Pai-Mãe estão agora chamando para você volte para casa. Muitos ainda não ouviram o chamado em sua consciência desperta exterior, mas ainda assim, eles o sentem, pois ele é irresistível. A alma que habita em seu coração superior ouve o chamado e tem de responder e agir a, a fim de encontrar maneiras de despertar sua consciência adormecida mais uma vez.

Cada pessoa deve tomar os primeiros passos de retorno, primeiro movendo-se através das sombras do medo e dúvida e, então finalmente, emergir das nuvens de desespero em uma atmosfera de frequência mais leve e mais alta. Embora você possa se ​​sentir sozinho e confuso, você estará recebendo orientação a cada passo do caminho. Este é o caminho do amor para que sua alma responda. Como uma flor se abrindo para o calor do sol, sua alma responde ao amor que é emanado adiante do coração do Universo, o grande Sol Cósmico, e na casa de seu Deus Pai-Mãe.

Na plenitude do tempo, esse anseio interior surge em sua consciência desperta e de repente você sente um tremendo descontentamento com tudo o que existe dentro do seu mundo. Você pode não saber o porquê ou por causa de que, mas você começar a procurar e no meio de sua busca, você “tropeçar” em cima de pedaços de informação enterrados nos lugares mais estranhos, dentro de filmes, livros, os comentários de amigos, dentro de vídeos, dentro de livros tão sagrados e não sagrados, dentro da beleza e expansividade da natureza e dentro de sua própria chama do coração.

Lentamente, lentamente você começa a responder ao amor que é enviado para você via os grandes raios solares e cósmicos, mediante os raios que você ainda não pode ver, exceto aquilo que você sente dentro do núcleo do seu ser. E você começa a ansiar a se expandir e se tornar algo que você ainda não pode compreender bem, algo que você teme e anseia ao mesmo tempo. Você aspira em sentir e ser, o amor que você é. Você se afasta e retorna novamente, confuso e perplexo com sua própria hesitação. Você vai para frente e você tropeça. Você bate recordes de grande compreensão e baixos de tribulação. Sua alma está sendo peneirada; seu eu humano está sendo limpo e expurgado de tudo o que ele não pode levar com ele na viagem de retorno. Pois somente como luz, você pode voltar. Somente como amor você pode andar com os Mestres e os que esperam seu retorno aos planos superiores.

Todos vocês têm um lugar à mesa. Todos vocês pertencem à dimensões superiores e na plenitude da expansão da sua consciência, com o retorno de memórias bloqueadas, você vai começar a se lembrar e identificar-se com as partes de que você só pode imaginar no momento do agora. Você é o amor, e, é para o amor que você retorna. Você está no processo, talvez dando seus primeiros passos vacilantes na viagem de volta para o Sol, para a Casa que você deixou há muito tempo e somente por um momento, assim como tempo e espaço são experimentados de forma muito diferente nos planos superiores.

No entanto, agora você também está trazendo a mais alta essência possível em seu ser físico, de modo que você possa levantar os níveis de freqüência de toda a humanidade e do corpo planetário. O que você faz para si mesmo, você também fazer para o coletivo. Pois assim como o amor, você está conectado com tudo o mais que é o amor… Que é todo o Universo, visível e invisível. O amor é a matéria escura que liga os elétrons e nêutrons juntos em uma dança eterna. Você é composto de partículas de matéria escura imbuídos à luz dos Sois internos e externos. Você é o filho de seus pais, Deus Pai-Mãe, e Eles te amam com a plenitude do Seu ser.

Nunca, jamais duvide que você é amado, que você é o amor, que você é digno de amor e que você é capaz de amar, pois isso é a plenitude do que você é. Você é amor e o amor é.

Então, neste dia, quando alguns celebram o seu amor por suas mães, nós celebramos nosso amor por cada um de vocês. Com a irmandade da Luz, nós estamos aqui emprestando a você o nosso amor até que você possa se conectar com aquele que emana de dentro.

Estamos aqui para ajudar e orientar você a medida que você da os primeiros passos hesitantes, e estaremos ao seu lado a cada passo do caminho para casa. Vocês nunca estão sozinhos, meus queridos, e são sempre amados.

Namastê

Canal: Elizabeth Ayres Escher
Fonte: http://www.bluedragonjournal.com
Tradução: Sementes das Estrelas / Maria Dantas – mariadantas2@hotmail.com

http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/05/conselho-dos-nove-sobre-o-amor-11052014.html

Anúncios