PERGUNTEM AOS MESTRES
HOMOSSEXUALIDADE, FAMÍLIA, SUICÍDIO
Através das Vozes Celestiais
Canalizado por Toni e Peter
28 de Novembro de 2015

UMA PRÉVIA DOS ENSINAMENTOS DOS MESTRES

Uma mulher Finlandesa gostaria de saber por que ela e a sua namorada decidiram viver a sua vida como homossexuais e por que elas não são as únicas em suas famílias. Os Mestres explicam as lições envolvidas na escolha de um status da minoria e por membros da família terem esta experiência.

As razões para o suicídio são inúmeras, como os Mestres informam a uma mulher Francesa. A escolha nem sempre é feita a fim de começar de novo as atuais lições.

Outra consulta sobre a homossexualidade vem de um Brasileiro que não está em um espaço tão positivo quanto à mulher da primeira pergunta. Os Mestres indicam o que ele tem a fazer para melhorar a sua vida e lidar com as lições que ele criou para si mesmo.

Vocês podem ler estas perguntas e respostas na página de Mensagem do site dos Mestres:http://www.mastersofthespiritworld.com (ou abaixo).

UM LEMBRETE: O MANUAL DOS MESTRES SOBRE A REENCARNAÇÃO ESTÁ AGORA DISPONÍVEL EM FINLANDÊS!

Cliquem neste link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24, ou no item Livraria, no site dos Mestres – para baixar o seu manual gratuito dos Mestres, com opção para NOVE idiomas. E não concluímos ainda – fiquem atentos para traduções de idiomas adicionais.

Luz, Amor e Risos
Toni e Peter

Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com

AS PERGUNTAS

ESCOLHA DA HOMOSSEXUALIDADE

PERGUNTA: Mestres, aparentemente, eu tive muitas vidas com a minha atual namorada e gostaria de perguntar por que nós viemos a esta vida como mulheres?Ela é realmente a minha companheira de alma e temos um ótimo relacionamento. Qual é o significado de estarmos em um relacionamento com o mesmo sexo e qual é o significado mais profundo de nossa relação? Por que existem muitas vezes mais do que apenas um gay, bi, etc., em uma família (ambos de nossas famílias)? – Maria, Finlândia.

RESPOSTA: Quando uma alma decide ter uma experiência particular, ela estabelece a base necessária para que isto seja parte de sua vida. Sempre que você está lidando com questões da vida que não estão em conformidade com a sociedade, tal como a homossexualidade, as escolhas são feitas com muito cuidado para garantir que você tenha a experiência.

As lições envolvidas aqui são a tolerância, a fé, a confiança em si mesma, respeitar onde as suas tendências genéticas humanas a levam, e ouvir o seu coração e alma, e não os preconceitos sociais. Você queria ver como lidaria com o fato de estar em uma minoria perseguida e se você teria a força de continuar através da adversidade.

Sua companheira é do seu mesmo grupo de alma; vocês planejaram se reunir para permitir um estilo de vida mais suave com alguém que fosse muito compatível com você. Vocês compartilharam muitas encarnações, e nas últimas estiveram “experienciando” questões controversas: o preto em uma área branca, o homossexual em um país estritamente religioso e desvantagens onde a perfeição é glorificada. Esta vida é “um pedaço do bolo” após alguns destes.

Vocês duas, frequentemente, agem como instigadoras para as situações da outra, colaboradoras nas vidas difíceis, e companheiras, assim vocês têm alguém com quem discutir as implicações filosóficas, bem como as teóricas do que vocês estão fazendo. Isto provou ser muito benéfico em seu processo de aprendizagem.

Quando múltiplas almas orientadas homossexualmente existem na mesma família biológica, é através da escolha de todos os envolvidos. Isto pode estar relacionado com a tolerância, a intolerância, o conforto com a exploração, ou o conhecimento de que outra alma escolheu esta família particular com a intenção de explorar a homossexualidade. Algumas almas que não tiveram muitas vidas na Terra ficam, às vezes, hesitantes em “seguirem sozinhas”, assim elas seguem de perto uma alma mais velha para observá-la.

SUICÍDIO

PERGUNTA: Mestres, o suicídio é considerado uma “repetição” no mundo espiritual. Mas isto é também verdadeiro no caso de idosos, cujas vidas estão prejudicadas fisicamente e/ou socialmente limitadas, que já não desejam prolongar mais esta experiência? Elas podem ter aprendido as suas lições de vida com sucesso, mas, simplesmente, não desejam continuar na debilidade, na falta de qualidade de vida e nem querem se tornar um fardo para a sua família. Elas não podem voltar ao lar em paz, sem a consequência da “repetição”? – Annettamaria, França.

RESPOSTA: O suicídio nem sempre é uma repetição, a partir da perspectiva espiritual. Certamente, é uma oportunidade para refazer várias lições de vida que foram opressivas para a alma na vida atual, permitindo-lhe reconfigurar a situação com menos stress. Mas há outra razão para o suicídio e esta é como uma lição de vida para a própria alma, ou por acordo com a família e amigos que lhes permite ter as lições que acompanham.

Cada alma tem total livre arbítrio quanto a como, quando e onde ele vive a sua vida e experiencia diferentes lições de vida. A alma é capacitada como um fragmento da Fonte que dela se separou, e, portanto, tem os mesmos poderes e habilidades. Isto significa simplesmente que uma pessoa pode fazer a escolha de “interromper” a existência humana a qualquer momento, paralisando o seu corpo.

Isto parece um processo bem simples, mas poucos seres humanos aceitam que eles têm os poderes que lhes permitiriam fazer isto. Algumas lições poderiam surgir de pessoas que pedem a um amigo ou parente que as ajudem a terminar a sua vida com medicamentos, etc. Isto traz lições para ambas as partes, pois elas lidam com as suas crenças e leis do seu estado ou país.

A Eutanásia está sendo aceita em algumas partes do mundo, e este “suicídio assistido” permite que a pessoa parta e as pessoas restantes lidem com os seus sentimentos em conformidade com os seus sistemas de crenças e consciência. Se a alma terminou todas as lições que ela desejava para esta vida particular, ela não tem razão para ter que refazer nada, a menos que ela escolha um aspecto ligeiramente diferente de quaisquer das mesmas lições.

FAMÍLIA E HOMOSSEXUALIDADE

PERGUNTA: Mestres, sou homossexual e nunca disse isto para a minha mãe, mas ela sabe e me odeia por isto. Sinto-me muito triste, com medo e sem esperança. Eu nunca me senti amado por ela, e desde que eu era criança, sabia que vim a esta vida para lhe ensinar sobre o amor incondicional, mas eu sou fraco e fracasso porque sou muito submisso. Eu sempre quis cometer o suicídio. Mestres, o que devo fazer? – Rafael, Brasil

RESPOSTA: Sua mãe não começou a odiá-lo. Ela está muito ofendida pelo fato de que você nunca compartilhou a sua orientação com ela, de que é homossexual. Em um momento em sua vida, ela teria se sentado com você e ouvido o seu raciocínio e seus sentimentos, mas agora ela sente que você tem tão pouco respeito por ela, que permite que outros saibam, mas não ela. Magoa manter segredos.

Você teve um plano de ensinar a sua mãe sobre os vários tipos de amor. É difícil se aproximar do amor incondicional na Terra, porque as pessoas sempre colocam restrições sobre o que elas irão tolerar de outra pessoa. Ela tem dificuldades com qualquer tipo de amor, porque ela nunca o experimentou, Falta-lhes o amor próprio, sob qualquer condição.

Aqueles que não se amam, pelo menos tiveram a coragem para decidir vir à Terra e viver através de todos os tipos de lições e tragédias que escolheram antes de vir, não podem amar os outros com algum grau de intensidade. Em outras palavras, você pode amar o outro somente na medida em que amar a si mesmo.

Seus problemas com a falta de autoconfiança e a submissão, são lições. Você precisa aceitar que é um fragmento da energia da Fonte e tem toda a força e habilidades da Fonte. Ser submisso é entregar a sua tomada de decisão aos outros, dizendo-lhes que eles sabem mais o que é certo para você, do que você. Você é tão bom quanto qualquer outra alma e pode fazer escolhas para si mesmo, se você se permitir fazê-las.

Agora você está no modo de vítima, dizendo: “Coitado de mim. Todos estão contra mim e ninguém gosta de mim.” Você está trazendo uma energia negativa adicional para si mesmo ao pensar e agir desta maneira. Posicione-se. Saiba o que quer fazer e, então, faça-o, sem ouvir a ninguém.

Você cria a sua própria realidade, trazendo para o seu mundo somente aquelas coisas que servirão ao seu propósito. Deixe de permitir que o mundo lhe diga quem você é. Saiba, você está apenas com medo de tomar uma posição e reivindicar a sua vida.

De: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587
Perguntas: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Dorival, do Brasil, pergunta aos Mestres: Acredito que sou um espírito de luz em ascensão e tenho 45 anos. Comecei um relacionamento com uma mulher maravilhosa. Somos companheiros de alma? Seremos felizes? Oro, porque passei muitos anos na solidão. Nós somos um.

RESPOSTA: Todas as almas são um no universo. Esta mulher é uma companheira de alma e vocês tiveram várias vidas juntos. O que acontece nesta vida cabe às decisões que cada um tomar. Vocês têm o livre arbítrio. Não se esqueça de comunicar constantemente os seus sonhos e desejos.

Rafael, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sofri um ataque espiritual em 2015, vindo de pessoas que me odeiam. Desde então, eu tenho insônia. Por que aconteceu isto e como poderia me curar?

RESPOSTA: Sua insônia é o resultado do medo, que surge de suas expectativas de que você está ainda sendo atacado. A energia que lhe foi enviada, já se dissipou há muito tempo. Envolva-se com energia calmante, pacífica e amorosa quando for dormir. Durante o dia, medite para sentir qualquer medo próximo de você, de modo que possa confrontá-lo e ver que ele não tem poder sobre você.

Daniela, do Brasil, pergunta aos Mestres: Já se passaram mais de 16 anos desde que o meu pai partiu e eu não tenho idéia se ele está morto ou vivo. Meu coração me diz que ele está morto, mas a incerteza me deixa confusa. Poderiam me dizer se ele está bem? Esta incerteza foi previamente combinada para esta vida, ou foi algo que ele decidiu pelo uso do seu livre arbítrio? Qual é a lição que tenho que aprender? Qual foi o propósito de meu relacionamento turbulento com ele?

RESPOSTA: Você ainda teme o seu pai e zela por ele para que não se magoe. Você precisa examinar os sentimentos que tem por ele e liberar o medo que está mantendo. Saber se ele está morto ou vivo não lhe trará paz. Somente ao lidar com o medo oculto fará isto. Seus sentimentos são a coisa mais importante, não o que as suas motivações poderiam ter sido.

J, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Digam-me o resultado de minha atual situação.

RESPOSTA: Há muitas variáveis, desde que cada pessoa que está diretamente envolvida, ou na periferia, tem o livre arbítrio.

Luciana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Gosto muito de pedras e cristais. Comprei alguns para mim, porque me sinto atraída para elas. Gostaria de saber se há um significado de minha preferência e como posso usá-los para ajudar em meu despertar?

RESPOSTA: Todas as substâncias da Terra contêm energia. Elas podem ser usadas para aumentar as conexões durante as meditações e ajudar na coleta de energia para a cura. Segure-as, limpe a sua mente de seus próprios pensamentos e veja o que percebe.

Debbie, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Como alguém pode se desligar de uma pessoa encarnada com que ela está integrada, telepática e espiritualmente, se não fisicamente?

RESPOSTA: Se a pessoa está em um corpo físico e está projetando os pensamentos e a energia em sua direção, é imperativo criar uma barricada para bloquear a energia que entra, se você não desejar recebê-la. Isto pode ser feito com a sua intenção de que ela não chegue a você. Você pode até pedir aos seus guias e/ou a algum dos Arcanjos, tal como Miguel, para ajudar a romper o contato.

Andréa, do Brasil, pergunta aos Mestres: Depois de ter fracassado em 4 casamentos, encontrei um homem que acho que é o Amor de minha vida e estou tentando manter um relacionamento, mas ele resiste, embora ele permaneça muito perto de mim. Continuo acreditando em meu coração, ou o deixo ir?

RESPOSTA: Seu histórico não é muito bom. Você adiciona os seus próprios sonhos em um relacionamento, de modo que eles afetem profundamente a base para a união. Você cria uma ligação imaginária entre você e um homem, casa-se com ele, e, então, desilude-se quando os seus sonhos se desfazem. Recue desta vez, converse com o homem, e veja quais são realmente os seus pensamentos e desejos – não apenas o que você lhe atribuiu.

Jorge, de Portugal, pergunta aos Mestres: Por que o sentimento que eu tenho de ser um escravo? Às vezes, eu acho que não apenas a nossa memória foi apagada e manipulada na Terra, mas que ela também pode ser manipulada quando encarnamos, de modo que tenhamos a sensação de que tudo está correto! Por que devo acreditar nos Mestres, se por tanto tempo vocês nos esconderam informações e Conhecimento? Na Terra, esconder é uma forma de mentira!

RESPOSTA: As almas escolhem vir à Terra para aprender lições, e elas vêm com amnésia, a seu pedido, para que elas possam trabalhar com as lições escolhidas e terem de exercer o livre arbítrio. Acredite apenas o que ressoar dentro de você. Crie a sua própria realidade para esta vida a partir do que você atrair para si mesmo para experienciar.

Íris, do Brasil, pergunta aos Mestres: Passei por uma separação muito traumática após 13 anos de casamento, sentindo-me muito rejeitada. Agora, depois de um ano, fiquei interessada por outra pessoa que viveu situações muito semelhantes às minhas, mas ele é muito fechado e desconfiado. Tento me aproximar, mas o sinto inseguro e que ele se considera indigno de receber amor. Tenho orado para receber orientação e direção. Sinto-me desorientada, sem saber que caminho tomar, se devo insistir ou desistir… Quero apenas ser feliz!

RESPOSTA: Você está sabotando a sua própria vida, apegando-se ao sentimento de indignidade. Você foi psicologicamente abusada em seu casamento, e ainda acredita na maioria dos “defeitos” que o seu ex disse que você possui. Você foi atraída para alguém como você porque ele não representa uma ameaça para você. Atraia para si mesma alguém que seja amoroso, participativo e que não tenha medo de se abrir. Você não será capaz de mudar a maneira com que este novo homem pensa.

Claudia, de Portugal, pergunta aos Mestres: Minha filha tem 10 anos, é complicada e cheia de medos, e ela sempre teme contrair doenças. Ela é muito insegura e não ouve o conselho dos pais. Ela está começando a receber os resultados negativos das más escolhas que fez… mas, ao mesmo tempo, ela é muito espiritualizada. Nós duas não nos damos muito bem. Como posso ajudá-la a ouvir o conselho dos seus pais, e resolver esta má atmosfera entre nós?

RESPOSTA: Esta é a sua filha. Você é a mãe dela. Ela é muito jovem para estar lhe dizendo o que ela fará. Coloque os pés no chão e seja firme com ela. Ela recebeu as idéias sobre a insegurança e os germes de algum lugar – e isto, geralmente, começa em casa. Insista na comunicação entre vocês e que ela não tenha privilégios até que você possa endireitar a forma com que ela está afetando a família.

Nota Stela: Quem quiser fazer sua pergunta (em inglês) para os Mestres, por favor, acesse AQUI

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/11/perguntem-aos-mestres-homossexualidade.html
https://www.facebook.com/Reincarnation-Guide-137191392985848/
Traduções para o Português: http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=vozes+celestiais
Agradecimentos: Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com
Arquivos deste autor em Inglês: http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Toni and Peter
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br