Archive for outubro, 2018


JESHUA / JESUS / SANANDA


Canalizado por Judith Coates

Amado, eu falo com você agora sobre o seu verdadeiro Ser, quem você é e de onde você veio. Eu falo com você para responder a muitas das perguntas que você teve sobre a vida, por que você está aqui e como pode ver sua vida e circunstâncias mais sagradas. Eu falo com você sobre o amor que você esqueceu, e como você pode recordar.

Amado, o que você faz nessa realidade é um grande milagre. Você se concentra tão intensamente e tão especificamente em uma realidade que todo o resto da Realidade – com um “R” maiúsculo – é momentaneamente esquecido.

Você se concentra mais maravilhosamente em um tempo, um lugar, uma personalidade, uma individualidade, uma realidade – “r” minúsculo – e, ao mesmo tempo, você está funcionando dentro de outras realidades – “r” minúsculo.

Você está tendo vidas em outras realidades, vidas tantas quantas puder imaginar e tão curtas quanto você possa imaginar: vive uma vida inteira no que seria, em sua medida, um nanossegundo, e ainda assim é uma vida cheia de experiência nesta centelha de Tempo.

Em sua realidade atual, a consciência coletiva – a crença profundamente enraizada dentro de você como a consciência coletiva – diz que existe apenas uma realidade. É este momento do “agora” e você deve participar dessa realidade. Você deve dar tudo o que você sente ser a sua energia.

Em outras realidades existem sistemas de crenças que permitem a amostragem de várias possibilidades da experiência em que você sabe que está tendo uma experiência – uma vida dentro dessa dimensão – e ainda assim você sabe que também está expressando e experimentando outras realidades.

Agora, em sua realidade atual, você se moveu para um lugar de semi-recordação da sua Totalidade, onde você permitirá que haja uma consciência expandida com alguns dos irmãos e irmãs que não precisam ter o foco no corpo; em outras palavras, aqueles que você chama de mestres, guias, professores, anjos, que não estão ativando o corpo.

E você embutiu em seu sistema de crenças uma porta maravilhosa, uma porta que está se abrindo agora porque você está decretando que é o momento de ela ser aberta, uma porta que está permitindo que sua consciência saiba mais quem você é.

Você teve muitos sonhos e sonhou em despertar. É onde você está agora.

Você sabe que o despertar irá acontecer – isso está dentro de sua aceitação agora – mas ainda há a crença no processo que diz que ainda está para ser; está no futuro, em algum lugar. Mas dentro do seu sistema de crenças você também colocou a porta mais maravilhosa e uma chave para abrir esta porta, e você está no processo de girar a chave e abrir a porta.

A chave é a mais maravilhosa e, no entanto, é a mais simples. É difícil para o ego, para o ego separado, não desejar que isso faça parte de seu sistema de crenças. A chave é a vontade de acreditar, a disposição de dizer: “Deve haver mais do que apenas essa realidade”. É simples assim.

Você tem escutado a voz ainda pequena dentro de você que tem dito: “Eu estou pronto agora para saber quem eu sou. Estou pronto agora para abrir a porta e atravessá-la para a plena compreensão e lembrança de quem eu sempre fui antes do início do tempo”.

Então, enquanto você está milagrosa e especificamente focalizando esta realidade, você também está construindo nesta realidade a porta aberta que lhe permitirá avançar para a compreensão e a experiência do Você interdimensional. Isto também permite que você se mova, converse com o outro você que se expressa em outras dimensões.

Agora, em momentos de meditação, em momentos em que você permite que a mente esteja livre das restrições do mundo, você esteve sonhando – a coisa mais maravilhosa, o devaneio – permitindo que a mente vá sem julgamento aonde quer que ela o leve.

Você foi para outras realidades e participou. Você já experimentou a sensação de ser a estrela mais expansiva no céu. Você olhou para as luzes mais maravilhosas em seu céu e conheceu a Unidade com essas luzes. Você se sentiu fundido, se quiser, na energia da estrela, e você foi além do perímetro do pequeno eu.

Ao olhar para a flor mais bonita, você vislumbrou por um instante como é a energia dessa flor; ou como é ser como você chama em seu conceito, o deva dessa flor, a energia que guia, dirige o crescimento e a expressão dessa flor; o mesmo que uma folha de grama, o mesmo que uma árvore ou uma pequena muda. Você olha para isso e se surpreende com o milagre da vida.

Você vê em toda criação o milagre da vida em toda parte. Você se permitiu, de vez em quando, perder a sensação de restrição que diz: “Eu sou apenas essa individualidade. Eu sou apenas esse corpo. Eu sou apenas essa personalidade”. Você perdeu esse pequeno sentido e expandiu-se para conhecer mais o seu verdadeiro Eu naquilo que você chamaria de dimensões, mesmo dentro dessa realidade.

Em momentos de meditação, você perdeu toda a sensação do corpo. Você até perdeu todo o sentido da mente.

Então você voltou a essa realidade e alguém pode ter lhe perguntado: “Onde você esteve?” E você respondeu: “Eu não senti a passagem do tempo. Eu não sei onde estive, mas me senti bem. Pareceu expansivo. Parecia o paraíso. Foi maravilhoso”.

Você tenta encontrar palavras para explicar, e não há palavras, pois é um conhecimento e uma lembrança que vão além da restrição dessa realidade.

Você participa de muitas realidades, como você perceberia como uma parcela de tempo. Você joga em muitas realidades que não conhece ou acredita no conceito de tempo. Você sabe como é seguir o fluxo de energia que é irrestrito.

Dentro de seu conceito nesta realidade, você chamaria a isso de velocidade da luz, porque é o mais rápido que você sabe ou pode imaginar dentro dessa realidade e, ainda assim, é mais rápido do que a luz. Está além do conceito de luz.

Você sabe como é ser Um com o oceano do ser. Você sabe como é sentir a plenitude, a santidade de você e a cura que você tanto deseja. Você tocou naquele espaço de grande cura em tempos de meditação, em tempos de quietude.

Permita que a imaginação seja livre, para levá-lo além do que é conhecido como essa realidade e, em seguida, libere até mesmo a imaginação e apenas seja.

Ao iniciar o processo de conexão com a Totalidade que é você, use as ferramentas que você tem nessa realidade. Vocês são os criadores mais maravilhosos de ferramentas, de técnicas. Vocês são aqueles que são criativos em trazer à tona os professores que falarão a vocês de maneiras que serão como catalisadores para a lembrança.

Use essas ferramentas no início deste processo. Você já fez isto, pois tem visitado muitas das oficinas, muitos dos oradores que se encontravam animados com uma energia que vai além do que você conheceu na atividade cotidiana, e sua energia tem sido tão contagiosa que você queria estar em sua presença. Você queria estar aos pés deles e aprender o que eles poderiam transmitir a você.

Você chama esses professores porque está pronto. Você está desejoso de conhecer a próxima ferramenta que você pode usar, o próximo catalisador para a lembrança. Você quer saber mais do seu verdadeiro eu. Você quer vir verdadeiramente vivo.

Você sabe que você pode viver a vida diária, você pode ganhar as moedas de ouro o suficiente para sustentar o corpo, mas deve haver mais na vida. À medida que você vê a sua vida passando – e todos vocês sentiram uma aceleração do tempo – você sente que precisa seguir essa busca, para não perder mais tempo.

Agora, na verdade, você nunca perdeu tempo, mas o ego fala com você, e às vezes há a sensação de que você perdeu tempo. Você explorou muitos caminhos, mas agora está em um lugar onde quer conhecer as ferramentas; você quer conhecer o processo. Você quer conhecer a porta e como abri-la.

A porta está dentro de sua compreensão, de sua crença, mesmo neste momento.

A chave para abri-la é a disposição de confiar que você pode abri-la, de confiar que você a está abrindo; não para julgar a si mesmo, não para julgar toda a revelação e derrubá-la, mas olhar para toda experiência com reverência e admiração e louvar-se pelo que você está se permitindo compreender como ferramentas no processo.

Brinque com as ferramentas que você cria. Divirta-se com as ferramentas do processo. Em seguida, esteja com as revelações que essas ferramentas lhe apresentarão. Fique com as revelações e pergunte: “Para onde essas revelações me levam?”

Permita-se ser o mago que reunirá várias revelações, aparentemente separadas, e, ao reuni-las, o seu mago fará uma nova revelação, uma nova gestalt, se preferir, de todas as partes das revelações que vieram antes.

Então, esteja com essa revelação e diga: “Se isso for verdade, para onde isso me leva?” Não tenha medo de reivindicar aonde isso irá levá-lo. Avance corajosamente para um novo território.

Você sabe que é por isso que você gosta tanto de seus programas de ficção científica? É porque você quer jogar fora restrições do que esta consciência coletiva da realidade lhe disse que tem que haver.

E você, no âmago do seu ser, disse: “Não, há mais. Há muito mais. Eu, vagamente, muito vagamente – e às vezes não muito vagamente – lembro-me de viver nas Plêiades. Eu me lembro de voar à velocidade da luz. Lembro-me de grandes naves espaciais ativadas pela minha energia, ativadas pelo pensamento. Eu me lembro …”

E então você coloca isso no futuro, como uma história, dizendo: “Bem, esta é uma época por vir”. E ainda assim você não teria essa “história” dentro da consciência agora, se não fosse algo que você já experimentou.

Todo o tempo é como uma esfera, e cada ponto da experiência relacionada ao tempo está dentro dessa esfera. Cada ponto de experiência que você chamaria de “no passado” está dentro dessa esfera. Cada ponto de experiência que você chamaria de seu “futuro” está dentro dessa esfera.

Como você contemplará outro ponto de experiência de onde você se vê agora, o que o conecta é a linha, e é por isso que você acredita no tempo linear; no entanto, é uma esfera de experiência dentro de um conceito chamado tempo.

Nem toda dimensão da realidade é limitada pelo conceito de tempo. Na verdade, vocês estão se movendo para fora desta esfera, desta bolha do tempo. Você até tem o ditado: “Estou ficando sem tempo” ou “estou sem tempo”.

Você está estourando a bolha do conceito de tempo e indo além disso. Brinque com as revelações quando elas chegarem até você. Permita que elas se encaixem, em um novo entendimento, uma nova gestalt e veja onde isso o levará. Então, permita-se respirar e seja, apenas. Permita-se, quando você tiver seguido as revelações até onde elas irão levá-lo, apenas seja.

Conheça a si mesmo como sendo a expansão da Totalidade. Saiba que você experimenta realidades e se expressa como energia, como você entende isto neste plano.

Saiba também que você se expressa como a consciência do Ser em outras realidades e dimensões, e o que permite a expressão e a experiência de todas as dimensões e realidades é o Você interdimensional, a matrix de Você que não está confinada a nenhum ponto específico de realidade. Esse é o oceano do Ser.

Eu o comparei ao amor, e falei com você no que você chama de velhos tempos de estar na consciência do amor, de se conhecer como amor, pois como você reivindicará o Ser do amor, você conhece a compreensão expandida da Totalidade.

O amor é expansivo. Até o que você conhece como amor humano é expansivo. Quando você se apaixona por alguém, todo o seu mundo muda. Você se sente maior do que o que você já se conheceu.

Você sente que esse objeto do seu amor é ainda maior do que o que você já conheceu, e a experiência vai além de qualquer coisa que você já tenha conhecido no mundo. Você faria qualquer coisa para ficar apaixonado. É rejuvenescedor. É um espaço maravilhoso para se estar, e o amor humano é apenas uma amostra do Amor que é verdadeiramente você.

Todos vocês são amados pelo Pai. Você luta ao longo dos seus dias. Você tem objetivos, atividades que devem ser realizadas todos os dias. Você tem que vir aqui. Você tem que ir ali. Você tem que ser uma certa pessoa. Você espera que você esteja à altura do que o empregador quer que você seja.

Você espera que você esteja à altura do que o cônjuge quer que você seja. Você espera que você esteja à altura do que os amigos e colegas esperam que você seja. Você espera, nos recessos mais profundos de você, que esteja à altura do que acha que pode ser. Esse é o mais difícil de todos.

E todo o tempo você é amado pelo Pai, o ser maravilhoso que é você.

Você participa de um jogo. Você participa de um jogo de estrelas e é a estrela.

Você entra em um foco mais específico, sabendo que precisa se conectar com a bola que está vindo em sua direção e deve jogar de acordo com as regras – regras arbitrárias – do jogo, e espera poder estar à altura.

Quando você se conecta, você se sente tão vivo! E o tempo todo que você está participando do jogo, o seu Eu está sentado na arquibancada, se você quiser, observando você que está participando do jogo das estrelas, torcendo por você.

A sua matrix, o Você interdimensional, é a fonte do seu poder de expressão e experiência. É fora da matrix, o Você interdimensional, que você manifesta toda a realidade que você experimenta. Fora da sua matrix, você cria todas as experiências dentro de cada realidade. Você faz isso tão maravilhosamente nessa realidade que nem sabe que está fazendo isso.

Se você vir algo em sua experiência de vida transformada, expanda-se para o Você interdimensional, a sua matrix, o seu Amor.

_____________________________

*** A mensagem acima é do capítulo inicial do volume IV de Jeshua, em Sua série de livros sobre Seu Cristo Pessoal. O volume é intitulado O Eu interdimensional: o caminho para a Paz. Jeshua disse que Ele avançará no assunto de palavras e conceitos para a atualização e experiência do eu interdimensional. Você está convidado para avançar conosco!

_____________________________


Formatação: DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

https://almasiriana.blogspot.com/2018/09/o-eu-interdimensional-jeshua-jesus.html

Anúncios

ARCANJO MIGUEL

Canalizado por Luciana Attorresi, em julho de 2018

Amados Mestres, hoje, neste momento do agora em que vocês estiverem lendo isto, quero lhes dizer que se estiverem lendo esta mensagem, significa que ainda vocês têm contratos vigentes de outras reencarnações, que estão influenciando ou influenciarão a sua presente jornada.

Esses contratos foram, juntos, uma parte sendo de  Luz e outra de escuridão; então, vocês podem ter sido a parte de Luz ou a parte escura deste contrato. Mas quero lhes dizer que não existe nenhuma diferença para o Universo: o que importa é que o equilíbrio que vocês tanto desejam seja instalado em seu Ser.

Por conta deste desejo de harmonia e liberdade é que foi criada uma fórmula, em forma de Decreto Quântico, para que vocês possam não somente quebrar esse contrato, mas também reorganizar todas as suas realidades do passado, presente, futuro, e paralelo, decorrente deste contrato.

Ele deve ser dito por três dias consecutivos, ou logo quando acordar ou antes de dormir ou ainda antes de uma meditação profunda, se caso vocês a fazem.

Meu conselho é que o momento em que vocês acordam, é um momento onde vocês estão com maior acesso às dimensões mais elevadas, mas façam no horário que vocês se sentirem de fazer. Tenho certeza que isso irá vos ajudar na vossa jornada.

Vos amo e vos abençoo,

Arcanjo Miguel

 

Nota dos Trabalhadores da Luz: recitar o decreto de preferência, na sua tranquilidade plena, e em silêncio. O decreto abaixo está em forma de imagem, para que não seja violado o decreto, nem menos manipulado o sentido do mesmo. Pode salvar como imagem no seu aparelho e compartilhar como quiser, porém aconselhamos compartilhar a mensagem inteira para o melhor entendimento e para que as pessoas recebam os códigos da assinatura energética de Arcanjo Miguel. Agradeceremos se respeitarem os créditos.

______________________________


Fonte: http://trabalhadoresdaluz.com
– http://trabalhadoresdaluz.altervista.org 

http://almasiriana.blogspot.com/2018/10/novo-decreto-quantico-para-quebra-de.html

MESTRE KUTHUMI

(Melquisedeque de Sírius)

Conversa entre Kuthumi e Jim Self, em julho de 2018

Kuthumi – Estas novas crianças estão entrando em corpos que são criados em uma densidade muito menor, por meio de pais que mantêm uma consciência diferente da deles. À medida que experimentam a vida na forma, começam a participar plenamente em elevar mais ainda a consciência do plano terreno. Elas fazem isso com muito maior habilidade e capacidade porque não têm a tarefa adicional de converter uma grande parte da fisicalidade do corpo baseado em carbono. Os corpos que eles habitam parecem os mesmos que vocês estão acostumados a ver, mas não são os mesmos. Há uma configuração diferente no modo como as energias são mantidas e na maneira em que eles são capazes de sustentar os modelos do primeiro e do segundo Raios da Criação e a frequência de Luz que os acompanham.

Conforme esses estudantes progridem e continuam a intensificar sua consciência por esse caminho, seus corpos também mudam. Eles fizeram uma tremenda quantidade de trabalho consciente com o sistema de chacras e nós colocamos em jogo diversos componentes energéticos que auxiliam na transformação do corpo à base de carbono. Isso lhes permite adaptarem-se mais plenamente ao estado da consciência de quinta dimensão e manter isso de modo muito estável.

Foi devido ao funcionamento do seu novo sistema de chacra energético que essa mudança pôde ocorrer. Configuramos os chacras inferiores. Instalamos os El Shadai e o Olho de Hórus. Nós fizemos com que eles começassem a utilizar oEhyeh Asher Ehyeh para solidificar um estado de consciência que está muito conectado e muito entrelaçado com o primeiro e o segundo Raios da Criação. As Codificações de Cores foram dadas a partir do segundo Raio. Todas essas ferramentas e iniciações não só ajudaram a evoluir a consciência, mas começaram a afetar o modo como o corpo físico denso, à base de carbono, podia começar a se transformar e também mudar.

Agora, isso não levará apenas um ou dois meses para ser realizado e concluído. Não vai acontecer da noite para o dia. Se eles forem ao médico e fizerem exames para verificar se os níveis de carbono ou a densidade mudaram, isso não será demonstrado. Mas aparecerá em sua percepção e em sua consciência.

Vocês não possuem, neste momento, a tecnologia para medir como essas mudanças realmente ocorrem na fisicalidade. Não está disponível. Conforme esses novos e maravilhosos seres surgirem, no entanto, essas coisas ficarão à disposição. O que está ocorrendo aqui é o funcionamento do próprio cérebro físico. Está mudando. Existem aberturas em partes do cérebro que acomodarão mais Luz, e o modo pelo qual o cérebro funciona, e também o modo como o pensamento é pensado. Esse é um dos componentes fundamentais que acontece quando o oitavo chacra se abre em maior grau. Existe muito pouca preocupação em se criar a negatividade por meio dos pensamentos, à medida que esses centros são abertos e utilizados, e o funcionamento do cérebro começa a mudar. Você tem perguntas?

Jim – Nós não falamos de fato sobre a medula, a não ser como parte da segunda Tríade. Essa é uma das partes do cérebro que está se abrindo enquanto essa informação flui?

Kuthumi – Sim. Quando essa parte do cérebro está envolvida mais plenamente, os modelos de pensamento dos Reinos Superiores da Criação e do próprio Criador começam a se tornar utilizáveis e digeríveis, se é que posso usar esse termo. Os modelos de pensamento da Mente Superior que estão no oitavo chacra começam a ser utilizáveis. São apreendidos dentro do sistema e se tornam muito utilizáveis por intermédio dos corpos mental e emocional que agora se fundem com o corpo físico.

Aquelas coisas que se originam da Mente de Deus e que eram misteriosas e incompreensíveis e que poderiam não ser compreendidas, começam a ser utilizáveis, compiladas e compreendidas. Vocês podem observar que o foco faz com que a Terceira Tríade seja muito mais utilizável. O sistema deve ser reorganizado e expandido para acomodar o que está entrando por esses caminhos axiotonais.

Isso ocorre através desse centro da medula que está a caminho de ser mais engajado. Quando essa parte do cérebro se torna mais funcional, a capacidade de receber esses pensamentos e utilizá-los no processo criativo é possível. É preciso que o centro da medula esteja aberto e funcionando para que isso ocorra. Faremos isso juntos.

(Essa é uma conversa entre Jim Self e Kuthumi, enquanto se preparam para dar uma aula juntos.)

_________________________


Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com 

http://almasiriana.blogspot.com/2018/10/transformar-o-corpo-e-o-cerebro.html

%d blogueiros gostam disto: