Tag Archive: filhos


 

(*Simbolo Oficial da Falange “**Alfin, O Mago das Certezas”)

                       Manifestação em suas vidas e a Energia Universal
Amados e amadas, a Energia Universal ou Deus, Divino, Criador, Fonte, é uma energia pura e livre de julgamentos, Ela não possui ego, nem traumas, é a mais pura energia que existe. É como uma mãe amorosa que vos dá tudo o que um filho pede e precisa, e ao mesmo tempo é um pai que nos protege e nos guia nos desafios.

O Divino Criador é uma fonte de energia e todos os seres do universo estão conectados a Ele, não existe separação Dele, nem por 1 segundo se quer. É como um campo que nos envolve e envolve tudo o universo, que conecta todo o universo e uns aos outros. Ele está dentro de nós e nós estamos dentro Dele, nada passa despercebido aos olhos do Criador, da Natureza e Ela nos ama incondicionalmente, Ela nos dá tudo aquilo que precisamos, mais do que isso, Ela nos dá tudo aquilo em que VIBRAMOS.

Como disse anteriormente, não há julgamentos Dela sobre nosso pensamentos, emoções e ações, pois para Ela tudo é certo, tudo é expansão, tudo é um aforismo do Amor Maior. Se estamos a vibrar na energia da falta, com pensamentos como: “Eu não tenho dinheiro” ou “Eu não tenho saúde”, é isso que Ela vai vos dar. Ela não questionará se é isso que você quer mesmo, ou se isso vai lhe trazer algum benefício ou não, Ela simplesmente lhe dá. É como uma mãe amorosa que apenas quer ver seus filhos felizes, Ela os serve infinitamente.

Tenho percebido o seguinte: Todos querem paz, abundância, prosperidade, amor, entretanto ainda estão programados a vibrar na falta disso em suas vidas. Pensamentos e palavras como: “Eu quero amor, pois não o tenho”, “Eu quero dinheiro, pois não o tenho”. A Energia Universal apenas responde: “Tudo bem, ele está dizendo que não tem dinheiro, deve ser isso que ele quer, vou não dar dinheiro à ele.” Se tens um projeto a fazer e pensa: “É muito difícil, não vou conseguir”, A Fonte que habita dentro de vós recebe a vibração do pensamento e responde: “Que assim seja, ele não vai conseguir.”

Pois a Natureza é um espelho de nós mesmo. Tudo aquilo que falamos, pensamos e fazemos, leva energia e é exatamente essa energia que volta para nós. É isso que o Campo Divino nos devolve, pois não há julgamento Dele. O divino nos dá aquilo que vibramos. A manifestação é sempre muito clara!

Você quer mais saúde? Seja a saúde! Vibre a saúde! Fale que é saudável!

Você quer mais dinheiro? Tem gratidão pelo que já tem? Foque na gratidão pelo que já possui e mais dele virá!

Quer um companheiro ou companheira? Seja esse companheiro pra você mesmo! Você o é! E assim manifestará o companheirismo! Atrairá uma pessoa que esteja nessa mesma vibração de companheirismo.

Lembre-se que Deus habita dentro de você! Ele é o seu espelho! Você primeiro precisa sê-lo, seja a manifestação de Deus na terra.

O Criador nos dá aquilo em que vibramos. Se estão recebendo o contrário do que estão pedindo, observem seus pensamentos, suas emoções, seus atos e palavras. O que estão vibrando? Quais são suas palavras? Que energia estão levando em seus atos e palavras? Pensamentos? É abundância? É amor? Gratidão? Falta? Doença?

Lembre-se que você é um ser perfeito aos olhos do Criador, pois você possui a centelha Divina dentro de si. Tudo o que você precisa está dentro de você, tudo o que você precisa está DENTRO. Todo o universo. Todas as fontes de saúde e prosperidade. Todas as fontes de Amor.

E assim é.

Sob a irradiação de Saint Germai

**http://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/11/pleiades-1-chamada-aos.html

Canal: Alfin, O Mago das Certezas

Fonte: https://www.facebook.com/Alfin-Harthemi-288300634969839/

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/08/trilogia-magia-da-manifestacao-parte-2.html

Anúncios


Parte I aqui

“Os relatos referem-se à estada israelita no Egito e contam seu êxodo … explicam que não foi Moisés, mas Miriam quem foi a líder espiritual das tribos que atravessaram o Mar Vermelho para o Monte Sinai.”

Na sua primeira Epístola a Timóteo, S. Paulo tinha dito que um bispo deveria estar casado e que ele deveria ter filhos, pois um homem com experiência da sua própria família está muito melhor qualificado para cuidar da Igreja.

Mas, embora as autoridades da Igreja romana alegassem defender o ensino de São Paulo em particular, optaram por desconsiderar completamente essa diretriz explícita para se adequarem aos seus próprios fins, de modo que o estado civil de Jesus pudesse ser estrategicamente ignorado.

Não obstante o celibato da Igreja, a imagem solteira de Jesus estava em desacordo com outros escritos da época do Evangelho e foi abertamente impugnada para o domínio público, e a perpetuação da verdade foi proclamada como uma heresia punível (há apenas 450 anos) – Conselho italiano de Trento em 1547 – o ano que Henry VIII Tudor morreu na Inglaterra.

É, no entanto, não apenas o Novo Testamento cristão que sofre com essas restrições sexistas. Um processo de edição similar foi aplicado ao Antigo Testamento hebraico, tornando-o convenientemente adequado para ser adicionado à Bíblia cristã.

Isto é feito aparentemente por um par de entradas que ignoraram o escrutínio dos editores.

Os livros de Josué e 2-Samuel referem-se ambos à importância do livro mais antigo de Jasher. Mas onde está este livro? Como tantos outros de igual importância, não pode ser encontrado na Bíblia!
O livro de Jasher ainda existe? Certamente que sim.

O pergaminho hebraico, de quase 2 metros, era uma joia da Corte do Imperador Carlos Magno e a tradução do livro de Jasher foi a razão pela qual a Universidade de Paris foi fundada no ano 800 – mais de um século antes da agora familiar versão dO Antigo Testamento fosse compilada.

Jasher/Josué era o mensageiro pessoal de Moisés, e os escritos atribuídos a ele são de enorme significado. Os relatos referem-se à estada israelita no Egito e contam seu êxodo em Canaã.

Mas diferem consideravelmente da versão da história que conhecemos hoje. Eles explicam que não foi Moisés, mas Miriam quem foi a líder espiritual das tribos que atravessaram o Mar Vermelho para o Monte Sinai.

Naquela época, os judeus nunca tinham ouvido falar de Jeová; eles adoravam a deusa Asherah e seus líderes espirituais eram em grande parte do sexo feminino.

De fato, Miriam colocou tal problema para Moisés na tentativa de criar um novo ambiente na dominação masculina que ele a aprisionou, e os israelitas se levantaram contra Moisés para garantir a libertação de Miriam. Isto está no livro de Jasher, mas não está na Bíblia.

Evangelhos

Vamos agora para onde a história cristã começou – para os próprios Evangelhos. E, ao fazer isso, vamos primeiro considerar o que os Evangelhos realmente nos dizem, contra o que talvez pensemos o que eles nos dizem.

Todos aprendemos o que nos ensinam sobre os Evangelhos nas salas de aula e nas igrejas.
Mas o ensino está corretamente relacionado? É sempre conforme as escrituras escritas?

Na verdade, é bastante surpreendente o quanto aprendemos com os púlpitos ou livros ilustrados sem verificar o texto bíblico.

A própria Natividade é um bom exemplo.

É amplamente aceito que Jesus nasceu num estábulo – mas os Evangelhos não dizem isso. Na verdade, não existe nenhum “estábulo” mencionado em nenhum Evangelho autorizado.

A Natividade não é mencionada em Marcos ou João, e Mateus mostra claramente que Jesus nasceu “numa casa”.

Então, de onde veio a ideia do estábulo?

Ela veio de uma interpretação errônea do Evangelho de Lucas que relata que Jesus foi “posto em uma manjedoura” (não “nascido”, como muitas vezes mal citado, mas “posto”) e uma manjedoura era, e ainda é, nada mais do que uma caixa de alimentação para animal.

Na prática, era perfeitamente comum que as caixas fossem usadas como berços de emergência e, muitas vezes, eram trazidas para dentro para esse propósito.

Então, por que tem sido presumido que esta manjedoura em particular estava em um estábulo?

Porque as traduções inglesas de Lucas nos dizem que não havia “espaço na estalagem”.
Porém, o velho manuscrito de Lucas não disse isso.

Na verdade, não havia pousadas na região – os viajantes alojados em casas particulares e hospitalidade familiar era uma forma normal de vida naqueles dias.

De fato, se realmente precisamos ser precisos, também não havia estábulos na região.

‘Stable’ é uma palavra inglesa que define especificamente um lugar para manter cavalos. Mas poucos, exceto alguns oficiais romanos, usaram cavalos na Judeia do século I – eles usavam principalmente mulas e bois que, se mantidos sob cobertura, teriam estado em algum tipo de dependência – certamente não estábulo.

Quanto à pousada mítica, o texto grego original de Lucas não diz que não havia “espaço na estalagem”. Com a melhor tradução, ele realmente afirma que não havia “provisão na sala” (isto é, “no topos kataluma”).

Como mencionado, Mateus declara que Jesus nasceu em uma casa e, quando corretamente traduzido, Lucas revela que Jesus foi colocado numa manjedoura – enquanto não há berço fornecido no quarto.

Assim como no assunto do nascimento de Jesus, nós devemos olhar a cronologia, porque os dois Evangelhos que tratam da Natividade realmente dão datas diferentes para o evento.

De acordo com Mateus, Jesus nasceu no reinado de Herodes o Grande, que debatia o evento com os Magos e, aparentemente, ordenou o assassinato dos bebês.

Herodes morreu no ano 4 aC – assim sabemos por Mateus que Jesus nasceu antes disso. De fato, por causa disto, a maioria das Bíblias, de concordância padrão, dão 5 aC como a data de nascimento de Jesus.

Em Lucas, no entanto, uma data completamente diferente é dada. Este Evangelho afirma que Jesus nasceu enquanto Cyrenius era governador da Síria – o mesmo ano em que o imperador Augusto implementou o censo nacional de impostos que levou José e Maria a ir a Belém.

Há dois pontos relevantes a mencionar aqui, os quais estão registrados nos anais judaicos do século I (como As Antiguidades dos Judeus) .Crieno não foi nomeado Governador da Síria até 6 dC, e este foi o próprio ano em que o imperador Augusto implementou o censo, que foi supervisionado pelo próprio Cyrenius.

Ter nascido em duas ocasiões distintas: “antes de 4 AC” e novamente “em AD 6”.
Há um erro em um dos evangelhos?

Não necessariamente – pelo menos não da maneira como as coisas foram originalmente retratadas. Na verdade, estamos olhando para dois nascimentos bastante específicos: o nascimento “físico” de Jesus e seu nascimento “comunitário”.

Estes foram definidos como o “primeiro” e “segundo” nascimentos – o segundo é uma iniciação na sociedade por meio de uma cerimônia ritual de renascimento.

O segundo nascimento para os meninos teve lugar aos doze anos (uma cerimônia em que eles eram novamente ritualisticamente nascidos do ventre de sua mãe).

Infelizmente, os tradutores e transcritores do Evangelho dos últimos dias perderam completamente o significado disso, enquanto que os ensinamentos subsequentes da Igreja combinaram os relatos de Mateus e Lucas em um, dando origem ao absurdo apócrifo sobre uma cena da natividade em um estábulo.

A partir do registro de que Jesus tinha doze anos no ano 6 dC (como dito em Lucas), então ele nasceu em 7 aC, que foi realmente durante o reinado tardio de Herodes, o Grande, como relatado em Mateus.
Mas agora descobrimos o que parece ser outra anomalia.

O Evangelho de Lucas diz que quando Jesus tinha doze anos de idade, seus pais, Maria e José, o levaram para Jerusalém – e caminharam para casa numa jornada de um dia inteiro com seus amigos, antes de perceberem que Jesus não estava em sua festa. Então voltaram para Jerusalém para encontrá-lo no templo, discutindo os negócios de seu pai com os curadores.

Na realidade, que tipo de pais vagariam por um dia inteiro no deserto, sem saber que seu filho de doze anos não estava com eles?

O fato é que o ponto inteiro da passagem foi perdido na tradução, porque havia uma riqueza na diferença entre um filho de doze anos e um filho em seu décimo segundo ano.

Quando um filho, ao completar seus doze anos (isto é, ao completar seu décimo terceiro aniversário) foi iniciado na comunidade na cerimônia de seu segundo nascimento, era considerado como iniciando seu primeiro ano.

Era a raiz original do Bar Mitzvah moderno. Sua próxima iniciação – a iniciação da masculinidade na comunidade – ocorreu em seu nono ano, quando tinha vinte e um anos (a raiz do privilégio dos vinte e um anos). Seguiram-se vários “graus” e o próximo grande teste foi no final de seu décimo segundo ano: aos vinte e quatro anos de idade.

É, portanto, aparente que quando Jesus permaneceu no templo em seu décimo segundo ano, ele tinha na verdade vinte e quatro anos de idade – não doze. Quanto à sua discussão com os curadores, isso seria relacionado com seu próximo grau – o grau definido por seu pai espiritual, cujo negócio ele discutiu.

Naquela época, seu pai espiritual (o patriarca em geral) era Simeão, o Essênio – e vemos, em Lucas, que foi precisamente esse homem (o “justo e devoto Simeão”) que legitimava Jesus sob a lei.

Então, podemos confiar nos Evangelhos?

A resposta a esta pergunta é “sim”, podemos confiar neles até certo ponto, mas não podemos confiar nas versões complicadas e distorcidas que são publicadas e apresentadas hoje.

Depois dos escritos apostólicos originais, os Evangelhos da Igreja primitiva foram escritos em grego característico dos séculos II e III.

Junto com a Bíblia como um todo, eles foram traduzidos para o latim da Igreja no século IV, mas foi mais de mil anos antes de qualquer tradução Inglesa ser feita.

Os Evangelhos de língua inglesa atuais remontam à Bíblia Autorizada compilada para o rei James Stuart VI da Escocia (James I da Inglaterra) no início do século XVII.

Isto foi publicado e posto em circulação não mais de 165 anos antes da Declaração de Independência dos Estados Unidos – apenas alguns anos antes que os primeiros Padres Peregrinos partiram da Inglaterra.

A tradução da Bíblia era, no entanto, um negócio arriscado naqueles dias. Por se atrever a traduzir a Bíblia para o inglês, o reformador do século XIV, John Wycliffe, foi denunciado como um herege e seus livros foram queimados.

No início do século 16 William Tyndale foi executado por estrangulamento na Bélgica, e depois queimado, por traduzir a Bíblia em Inglês.

Um pouco mais tarde, Miles Coverdale (um discípulo de Tyndale) fez outra tradução, mas, nessa fase, a Igreja havia se dividido em duas facções principais. Como resultado, a versão de Coverdale foi aceita pela Igreja Protestante, embora ele permaneceu como um herege aos olhos de Roma.

O problema era que, enquanto o texto impresso permanecesse numa forma obscura de latim, da Igreja, só os bispos podiam entender ou interpretar, e ensinar o que quisessem.

Mas se fosse traduzido em linguagens populares que as pessoas pudessem ler por si mesmas, os ensinamentos da Igreja seriam, sem dúvida, questionáveis.

É a Bíblia traduzida para o Rei James sobre a qual a maioria das edições subsequentes em inglês foram baseadas.

Mas, na prática, esta versão autorizada do século XVII não era uma tradução direta; era principalmente traduzida do grego, em parte do latim e, em certa medida, das obras de outros que haviam feito traduções ilegítimas anteriormente.

Em sua interpretação do Novo Testamento, os linguistas do rei James tentaram apaziguar tanto os protestantes quanto os católicos. Esta era a única maneira de produzir um texto geralmente aceitável, mas sua ambição não foi inteiramente bem sucedida.

Os católicos pensavam que os tradutores estavam se juntando aos protestantes e tentaram explodir o rei James nas casas do Parlamento (o famoso Pólvora), enquanto os protestantes sustentavam que o rei estava aliado aos católicos!

As traduções não se preocupavam apenas com o apaziguamento das denominações; elas também tentaram algo que hoje chamaríamos de “politicamente correto”.

Em um caso, a tradução direta se referia a um grupo de pessoas chamadas “soldados celestiais”, mas isso foi oprimido e “exército celestial” foi inserido. Foi suprimido novamente (uma vez que o conceito de uma unidade armada não era aceitável) para ser substituído por “hoste celestial”.

O problema era que ninguém sabia exatamente o que era uma “hoste”; a palavra tinha sido ressuscitada após séculos de obscuridade para entrar nos dicionários da época com a vaga descrição: “muita gente”.

Na verdade, é bastante surpreendente quantas palavras ambíguas foram trazidas de volta ao uso para facilitar a correção política para a Bíblia do Rei James, enquanto, ao mesmo tempo, William Shakespeare estava fazendo o mesmo em suas peças.

Na verdade, o vocabulário de língua inglesa foi aumentado em mais de cinquenta por cento como resultado de palavras inventadas ou trazidas de volta da névoa do tempo pelos escritores do período.

Assim, embora eminentemente poética, a linguagem da Bíblia Inglesa Autorizada é bastante diferente daquela que já foi dita por qualquer pessoa na Inglaterra ou em qualquer outro lugar, mas, a partir dessa interpretação canônica aprovada, todas as outras Bíblias de língua inglesa surgiram em suas várias formas.

Entretanto, para todas suas falhas e seu teste padrão lindamente projetado do verso, permanece o mais próximo de todas as traduções dos manuscritos gregos originais.

Todas as outras versões anglicizadas (Standard, New English, Revised, Modern, Good News, etc.) foram significativamente corrompidas e são bastante inadequadas para um estudo sério porque cada uma tem sua própria agenda específica.

Uma versão extrema de como isso funciona na prática é encontrada em uma Bíblia atualmente publicada em Papua, no Pacífico da Nova Guiné, onde existem tribos que experimentam familiaridade com nenhum outro animal: somente o porco.

Na edição atual de sua Bíblia, cada animal mencionado no texto, seja originalmente um boi, leão, burro, ovelha ou qualquer outra coisa, é agora um porco. Até mesmo Jesus, o tradicional “cordeiro de Deus”, nesta Bíblia é “o porco de Deus”!

Para facilitar a melhor confiança possível nos Evangelhos, devemos voltar aos manuscritos gregos originais com suas palavras e frases usadas frequentemente em hebraico e aramaico.

A este respeito, descobrimos que (tal como acontece com a história da Natividade) uma boa parte do conteúdo relevante tem sido deturpada, mal interpretada, mal traduzida ou simplesmente perdida no relato.

Às vezes isso aconteceu porque as palavras originais não têm contrapartida direta em outras línguas.

CONTINUA…

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Por Lawrence Gardner, Karenlyster.com
http://www.karenlyster.com/body_bookish1.html
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br
Grata Vilma!

LUZ!
STELA

http://www.decoracaoacoracao.blog.br/2017/05/linhagem-do-santo-graal-parte-ii.html

40b2f-jeshua2b-2bbanner2boficial

 

A cura está acontecendo em grande escala por todo o planeta, na medida em que a humanidade se envolve com seu processo de despertar. Os meios de notícias se focalizam nos conflitos e nas convulsões políticas pelo mundo afora tentando aumentar o sentimento de medo que é endêmico por todo o planeta. Entretanto, o que relatam demonstra muito claramente que grandes mudanças estão em andamento em todos os lugares e que essas mudanças, realmente, mostram o contínuo progresso do despertar da humanidade.

Tudo o que não está em alinhamento com o Amor, está chegando para ser reconhecido, encaminhado e liberado e é isso que está acontecendo. Portanto, ergam-se perante estas notícias, não se deprimam nem se preocupem, porque o que está acontecendo está impulsionando a humanidade em frente, em seu caminho espiritual coletivo e não de volta para a escuridão da ilusão.

Aqui, nos reinos espirituais, estamos cuidando de vocês com Amor e admiração, enquanto continuam mantendo e intensificando suas intenções coletivas de se afastar do pesadelo e despertarem para a Realidade, seu Lar eterno. Nunca saíram de casa, apenas esteve dormindo e sonhando alguns sonhos aterrorizantes, através das eras, eras que também são aspectos da ilusão.

Não houve tempo transcorrido enquanto estiveram a experimentá-los como seres humanos, uma vez que apenas o eterno agora em que toda a criação está sempre presente em um estado de alegria permanente e, é nesse estado que irão despertar.

A alegria é a Vontade de Deus para com vocês e, Ele os criou nesse estado. Porém, optaram experimentar um estado diferente e construíram a ilusão. Mas, agora, perceberam que ela não lhes serve mais e, assim, optaram por despertar. Estar imerso no tempo da ilusão é um importante aspecto e, assim, enquanto permanecem nele, terão que lidar com isso. Todavia, podem mudá-lo – acelerar, abrandar ou até mesmo pará-lo – e muitos de vocês estão optando por fazer isso.

No entanto, porque possuem muitas e diferentes agendas dentro da ilusão, mesmo que todos tenham concordado em despertar dela, também existem muitas e diferentes crenças sobre o tempo e, atualmente, estão trabalhando na integração dessas crenças para que possam alinhar e, então, dissolver a totalidade do tempo – suas miríades de experiências diferentes nele – de volta ao nada, de onde imaginaram que ele se originou.

A física moderna provou, conclusivamente, que não existe tal característica, estado ou substância como o tempo. Todavia, leva tempo para o que isso possa ser entendido para, em seguida, ser expresso pela humanidade em geral. Ainda possuem empregos, trabalho semanal, férias, licenças médicas, simplesmente porque acham que precisam do tempo para fazerem essas coisas. Na realidade, tudo acontece num instante.

No entanto, muitos estão começando a perceber isso e, como resultado, estão ficando muito mais produtivos em qualquer dia, como um resultado direto disso e, ficam bastante admirados por suas “produtividades aumentadas”, precisando de menos, em vez de mais esforço ou energia. É uma experiência muito libertadora e que os ajuda a dispensar, em grande parte, as tensões em que a maioria de vocês que têm de trabalhar por suas vidas, estão acostumados.

O tempo  é  irreal, ilusório, contudo fizeram dele um aspecto importante da ilusão, a fim de disporem de um fluxo linear do começo ao fim, um sentido de ordem e direção imutável, muito limitante e que sobre o qual poderiam confiar consistentemente com uma Lógica do  mundo irreal que construíram, para experimentar a separação e a perda.

E dentro desse mundo irreal ele é muito eficaz. Tudo parece fisicamente sólido, mensurável e com uma vida útil que complementa a densidade de sua natureza física. Quanto mais efêmera for a substância, mais breve será a vida – névoa, clima – e mais sólida – rochas, metais – que duram mais tempo. No entanto, tudo  que  construíram no mundo irreal está sujeito a decadência com o tempo. Por causa deste fato aparente, é muito difícil para vocês terem uma compreensão da eternidade, do  momento algum, do Agora!

A eternidade, a eterna Realidade em que Tudo existe sem interrupção de qualquer espécie, é o verdadeiro Lar de cada um de vocês. É sem de qualquer tipo de limites e permite um interminável potencial e criatividade para interação e, portanto, estar constantemente em curso e em perfeita cooperação harmoniosa, produzindo delícias ilimitadas e prazer para todos os que dela participam.

Despertar  é  o destino inevitável e imutável, porque foram criados eterna e totalmente despertos, vivos e plenos de alegria e, consequentemente, é absolutamente impossível não acordar e voltarem a esse estado. Possuem escolhas sobre  quando  farão isso, todavia, como o tempo é irreal – já o fizeram, é claro, já despertaram – Estão apenas no presente (tempo linear!), porque optaram por  permanecerem inconscientes de suas infinitas opções, como seres divinos e filhos amados de Deus.

Aqui, nos reinos espirituais, estamos observando suas constantes e intensificada agitação para vigília. Estamos algo como os pais no dia de Natal (ou qualquer festa importante que comemoram) à espera de nossos filhos para despertar e com alegria e emoção, descobrirem os presentes que temos preparado para eles. E a nossa excitação e entusiasmo continua a aumentar, na medida em que observamos seus progressos ao longo do caminho para o despertar.

Saibam  que despertarão numa alegria inimaginável e continuarão fazendo visitas diárias regulares aos seus santuários interiores, onde a evidência do Amor de Deus para com vocês está constantemente a abraçá-los.

Seu amoroso irmão,

Jesus.

Canal: John Smallman

Fonte: http://johnsmallman2.wordpress.com/

Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/03/jesus-sabem-que-irao-despertar-numa.html

Por favor, queridos, leiam na sintonia dessa música abaixo. Eu particularmente recomendo que coloquem a música em uma altura agradável e leiam em seguida a mensagem em voz alta. Poderão sentir maravilhosas vibrações de luz em seus corpos.


 

 

Pai João de Aruanda chegou por telepatia em uma sessão onde membros da equipe Sementes das Estrelas estavam reunidos. Mesmo que, no momento, ele se expressasse em seu dialeto original, a escrita foi feita de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa para o emprego de ajustes gramaticais facilitadores da compreensão da mensagem.

————————————————————————–

PAI JOÃO DE ARUANDA –  “A MUDANÇA QUE TE LEVA A LEVAR À MUDANÇA: AS TRANSFORMAÇÕES E MOVIMENTOS QUE TE CONDUZEM A EXPERIMENTAR AS VÁRIAS FACES DO NOVO” – 11.02.2017

Há muita coisa acontecendo no planeta e esse velho já tem falado nisso há bastante tempo. E vocês não só estão vendo isso, todo esse movimento, como têm sentido isso nas suas “peles”. Filhos, é algo grandioso o que está acontecendo! Vocês estão recriando esse mundo, com nossa ajuda, com a ajuda dos Seres das Estrelas, com aqueles ascensionados, com todo um povo que vem “de fora” e, diante de tudo isso, saibam: vocês são a chave, vocês são a “virada mestre”, vocês são o apertar do botão definitivo, porque vocês conseguiram fazer aquilo que, acreditem, algumas civilizações de fora, bem poucas, quase nenhuma, mas, umas duas… (risos) acreditaram que vocês não conseguiriam!

Mas, sim, conseguiram!  Conseguiram alcançar um ponto que possibilitou mais ajuda chegar, como vocês têm visto ser anunciado. E mais: estão sentindo essa ajuda chegando em seus corações. Estão se abrindo para sentir isso! E, muito disso, muito de todo esse movimento energético, naturalmente tem mudado as vidas de vocês. Vocês têm visto isso! Tem visto como a vida de vocês tem virado do avesso nos últimos anos, meses, dias!… Temos aqui alguns exemplos vivos… que não vou citar quem, mais especificamente, mas acho que alguns sabem… não vou dizer que é o “Sr. X”, apenas estou sugerindo que seja ele… Hahahahahah!

E claro, filhos, todos vocês, todos vocês aqui têm experimentado mudanças de vida, de um modo geral. Mudando para melhor, em 90% dos casos.

Vocês estão vendo suas vidas darem um salto, seja para que lado for, ela está dando… Ou vocês seguem esse fluxo ou serão arrastados, literalmente. Já falamos isso antes. Muita atenção, meus filhos, muita atenção para a harmonia entre a matéria e o espírito, porque tem gente achando que ascensionar é maldizer a matéria e toda sua função de orientação. Já ouviram isso da Mãe Santíssima, e repito: Equilibrem-se, meus filhos, equilibrem-se! Amem tudo e todos, incluindo a matéria. Vocês serão mais espirituais ainda, quando amarem a matéria como ela é, e suas funções, honrando-a e respeitando-a como ela é. Isso não quer dizer que vocês têm que ser materialistas, mas, vejam bem: vocês precisam de uma cama para dormirem confortavelmente. Comecem honrando a cama em que dormem. Sendo gratos! Isso é honrar a matéria. Parte daí também, filhos!

Oh, sim! E claro!… Parem de dar atenção à coisas insignificantes, coisas que os atrapalha a caminhar. Eu fiz isso com vocês aqui nesta mensagem. Alguns ficarem se perguntando o que seriam os 10% restantes que mencionei!… Oh!… A mente e suas artimanhas para trazê-los para o temor… (Risos…)!

Deixem-me dizer mais sobre isso: os outros 10% podem ser duas coisas: 1 = mudança para melhor, porque mesmo que vocês “quebrem a cara” nesses 10%, ainda assim será para melhor porque, tudo o que vocês passam, todas as experiências são sempre para o seu melhor, seja como for. Pode doer agora, mas vai melhorar. É para melhor! Daqui a uma hora, duas, uma semana, um mês… uma encarnação, mas aquilo ali, onde você “quebrou a cara”, foi uma lição e você vai levar isso pro resto da sua existência. Uma lição!… 2 = pode ser a mesma coisa que falei no 1. Hahahahahahah!!!

Essas mudanças, filhos, em todos os sentidos, arrastarão vocês a abandonarem literalmente o velho eu, arraigado na negatividade. Isso aqui não é algo como se fosse uma obrigação; é uma missão de alma, e se você está arraigado nas velhas energias, poderá ver isso como “uma obrigação” – e fazer aquele bico feio!… Mas se você está ligado à sua Alma, à sua essência mais pura, você se abrirá e verá isso como uma oportunidade de IR ALÉM!… Além do que você achou que conseguiria ir; além do que você achou que era possível. Movimentos que mostrarão que “você” não é mais “o você” que “você” conheceu quando criança, mas “o você” que sempre foi “o você” que sempre foi o “VERDADEIRO VOCÊ”. Embolou a cabeça? Tem mais: Vocês poderão se deparar com um VOCÊ amando de uma forma que nunca pensou que poderia amar. E tem mais ainda: se você tem um amigo ou amiga, você o ama muito e ele te mostrar algo que você nunca tenha visto antes. Isso talvez te atemorize, no início. Mas saberá que ali foi um start para algo guardado. Isso também faz parte do movimento, das mudanças em sua vida, porque, acreditem: todas as pessoas na sua vida, todas elas, que fazem parte da sua vida, foram “programadas” para ajudarem a você e você ajudar a ela. Como? Talvez ela precise apertar um botão em você. Um botão de uma mudança. E você terá uma reação que a ajudará a apertar outro botão. E assim, sucessivamente, os botões são apertados e há aí uma onda de mudança, em massa. Então, não temam os dias de chuva, quando o milagre ainda assim, pode acontecer. Às vezes, vocês veem o dia nublado e acham que não existe possibilidade de brilho. Eu digo a vocês que, sim. Que sempre existe a possibilidade de brilho e mudança, em todos os momentos, e com todas as pessoas, sejam elas quem forem, onde forem, como forem!…

Estejam atentos aos gatilhos das mudanças. Eles estão a todo instante piscando para vocês e dizendo “Oi, estou bem aqui…”. Aperte-os sem medo. Deem vazão a esse fluxo divino fluente a vocês e que, de nenhuma maneira, os prejudicará, porque vocês, meus queridos, são seres metamórficos, em um ciclo metamórfico eterno. Estão em constante mudança, sempre, a todo momento. Acham que quando esse processo aqui acabar vocês “ficarão livres”? Oh, não!… Adivinhem? Já temos trabalho a fazer em uma galáxia próxima daqui… Bem, vou falar mais sobre isso: existe um povo lá já sabendo que “Virão seres das estrelas nos ajudarem…”. Existe uma profecia neste lugar que já fala de vocês!… Sabiam?

Sabiam que essa civilização já aguarda por vocês e os “velhos” dessa civilização já vêm alertando os povos desse lugar há “muitos anos”, e que eles esperam os “Seres das Estrelas” que os ajudarão nos seus processos de mudança?

Adivinhem, meus queridos, vocês,… são vocês que os ensinarão, são vocês que irão ajudá-los! Vocês não fazem nada aqui, senão se aperfeiçoarem. Então, porque impedir a mudança na sua vida, seja ela como for? Você confia no Criador? Confia que ele está com você? Então, abram-se para o novo, filhos, e permitam tudo isso acontecer. Permitam que todas as oportunidades na sua vida sejam experiências divinas, como elas verdadeiramente são. Nunca são diferentes, senão oportunidades DIVINAS. “Enfiem isso na cabeça”, meus filhos!

Para finalizar, estreitem os laços com vocês mesmos, meus queridos! Olhem-se mais no espelho e digam a vocês mesmos o quanto são especiais. Eu sei que alguns de vocês aqui já fazem isso, eu sei!… Se o fazem, façam mais, e se ainda não fazem, façam! Isso também é parte da mudança, a mudança do velho eu que não se amava e era hipnotizado pela velha crença de que “não se pode se elogiar, é feio!” – Feio nada! Se você é uma obra Divina, um aspecto Divino da Divina Fonte Criadora, como seria feio!? Oh,… isso também precisa mudar! Isso também precisa! Então, mais um passo para mudança, a grande mudança que, para muitos, parece vir de pedaços, mas para alguns, ela vem inteira, de uma vez, em pequenos espaçamentos, mas que, na maioria das vezes, nem dá tempo de assimilar um bloco e já vem outro… Sabem porquê? Porque você pediram assim. Vocês quiseram assim, e o Criador os honrou! QUE ASSIM SEJA! Porque ele sabia da força de vocês, e sabem por que, também?

Bem, existe uma profecia… Eu falei da profecia… A profecia… Ela precisa ser cumprida… Esse sistema espera por vocês… Aquele sistema lá espera por vocês. Então, MUDEM PARA MUDAREM LÁ!

Gostaria que essa minha mensagem levasse o título de:

“A MUDANÇA QUE TE LEVA A LEVAR À MUDANÇA: AS TRANSFORMAÇÕES E MOVIMENTOS QUE TE CONDUZEM A EXPERIMENTAR AS VÁRIAS FACES DO NOVO”

Salve, meus filhos! Que o Povo de Aruanda abençoe todos vocês! Muito obrigado pela oportunidade de servir, meus filhos!

Que Jesus Cristo, Maria, a Senhora da Regeneração, os Anjos, os Povos Estelares e todo esses Seres de Luz que assistem vocês continuem os assistindo. Assim, nós pegamos carona nessa Luz toda e vamos juntos, SEGUINDO A MUDANÇA QUE NOS LEVA A LEVAR A MUDANÇA PARA ONDE FORMOS… Porque nós estamos conectados, filhos, e vamos para onde vocês forem!

“- Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou pra minha Aruanda! Eu vou, eu vou, eu vou, na cabana do velho força negativa não manda!”

Salve, filhos, salve! Fiquem em paz!

Bênçãos de Cristo, filhos! Salve!

Gabriel: Muito grato, meu velho querido, por tanta sabedoria e amor.

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/02/pai-joao-de-aruanda-mudanca-que-te-leva.html

 

Meus Filhos, as lições que devem aprender sobre a Terra, fazem parte de seu próprio processo evolutivo. Mas, considere que esta atual encarnação, tudo é diferente das suas vidas anteriores, pois todas as almas do planeta Terra concordaram em despertar, não na próxima encarnação, mas nesta, agora.

O coletivo de almas da humanidade já está cansado e satisfeito com as lições acumuladas nas muitas vidas vividas por cada um.

Entretanto, cada alma no Universo é feita de puro Amor, e como tal, anseia desfrutar das delícias que só o Amor pode propiciar.

O sofrimento, a dor, o medo, já foi vivido o suficiente por todos, e agora, por uma decisão coletiva, do Conselho das Almas da Terra, é mais do que hora de saírem definitivamente da ilusão, e adentrarem de coração e alma no Amor Divino que cada um de vocês é.

Virem a página queridos!

A dor e sofrimento ficaram no capítulo anterior de suas vidas e agora, já estamos mais do que adiantados para começar um novo capítulo de vida.

O Universo está a seu favor, as energias estão a seu favor, os ventos do Amor Divino sopram sobre suas cabeças, então, já é hora de relembrar das lições ensinadas pelos Mestres ao longo dos últimos anos e, consciente desta sabedoria, passar a usar seus “Dons Divinos” para escrever este novo capítulo.

Você tem tudo o que precisa para criar tudo o que desejar. Os ventos estão favoráveis e estão empurrando você para a frente, então, deixe para trás seus antigos conceitos e crenças e permita-se fluir para onde os ventos do Amor o levar.

Feche seus olhos. Sinta a energia Divina abraçando-o. Esqueça de tudo, apenas permita-se se levado pelo seu próprio Amor Divino, para os novos e desconhecidos horizontes onde jazem toda a Luz e Amor do Universo que você merece por direito Divino.

Feche seus olhos, entregue-se a Deus, e flua……..flua……. flua…….. até onde seu Divino Amor o levar….

Eu Sou Metatron, e vos saúdo na Luz e no Amor.

Canalizado por Adriano Pereira

01/02/201

http://mestresascensionados.blogspot.com.br/2017/02/metatron-um-novo-capitulo-comeca-agora.html

%d blogueiros gostam disto: