Tag Archive: mestre


 

Eu sou Lord Merlin; Eu sou um Mestre da Magia, um co-criador com a Natureza e os Elementais e a encarnação da Alquimia Divina. Atualmente, estou apoiando o Mestre Kuthumi e o Mestre Sananda em seu papel e missão como professores mundiais em nível planetário. O meu propósito em apoiar os Professores do Mundo é oferecer e despertar o antigo conhecimento da Terra, outras civilizações, dimensões sagradas e o Universo do Criador, lembrando as almas de sua verdade. Minha compreensão no conhecimento antigo e na sabedoria ajuda a despertar as habilidades e aptidões mais sagradas de cada pessoa. Isso muitas vezes vai além das limitações da mente. Quando se deixa de precisar saber e entender tudo, ao mesmo tempo em que tem uma pura intenção do que deseja incorporar, eles acessam uma realidade, mundo e energia dentro deles, que está além das percepções de sua mente. Isso significa que experiências como magia, milagres, alquimia, manifestação instantânea e uma experiência completa de uníssono com todos serão exploradas dentro da realidade da Terra.

Maturidade Espiritual

É meu propósito despertar o conhecimento antigo também conhecido como um direito divino de existir como ilimitado. Quando uma alma atingiu um nível de maturidade espiritual, eu os chamo para mim, convidando-os a co-criarem comigo para ajudá-los a acessar sua consciência ilimitada. Muitos se percebem como se tornando meus alunos, pois sentem que meu conhecimento e compreensão são muito maiores que os deles. No entanto, é minha percepção de que estou criando com você um processo de despertar da verdade do Criador que existe além das restrições e limites da sua mente. Desejo compartilhar com vocês o que acredito que a maturidade espiritual consiste em:

• Capacidade de compartilhar e receber o amor do Criador em abundância, seja qual for sua circunstância,

• Capacidade de confiar e seguir sua intuição,

• Aproximar-se da vida com uma mente aberta, isso significa uma vontade de abandonar os medos, os julgamentos e as distrações e perceber a partir de um espaço de amor ou paz interior,

• Um sentimento de unidade e união com todos os seres,

• Capacidade de detectar os sentidos, sentir, ouvir, ver ou reconhecer energia.

São pessoas que entendem essas habilidades que eu convido para trabalhar comigo; eu não pergunto nada mais do que é a partir dessas fundações que a grande verdade interna ou de outra forma rotulada Magia Divina interna pode ser acessada, experimentada e incorporada. Você pode reconhecer que você já possui essas habilidades ou pode perceber onde o foco adicional é necessário. Na minha opinião, quando uma pessoa detém essas cinco habilidades, elas podem conseguir tudo o que sonham dentro de sua realidade física e evolução espiritual. A vida se torna sua própria criação e uma dança constante em harmonia com o Criador. Tudo o que você deseja alcançar, experimentar ou se manifestar na Terra ou na sua evolução espiritual, você tem tudo o que precisa quando acessou minhas cinco (5) diretrizes e habilidades que indicam a maturidade espiritual para mim.

Práticas Diárias Simples para Acelerar Espiritualmente

Para apoiar o seu reconhecimento, experiência e encarnação de suas cinco habilidades naturais, eu, Lord Merlin, gostaria de compartilhar com você algumas práticas gentis e fáceis:

Ame

Concentre-se no amor já presente dentro do seu coração e alma. Reconheça a natureza abundante do seu amor interior. Imagine que, ao se concentrar dentro, uma porta abre-se e mais amor chega inundando seu coração e alma como se fossem das partes mais profundas e sagradas de seu ser. Quando você experimentou isso completamente, imagine, perceba ou reconheça que o Universo do Criador é tão abundante com amor. Este amor dirige sua atenção para você e começa a derramar em seu ser de todas as direções. Aproveite o processo de receber amor. Você alcançará um ponto em que você se sinta cheio e completo, nesta fase, comece a se concentrar em transmitir amor a seres amados, a humanidade, a Terra e o Universo do Criador.

Intuição

‘Minha intuição é minha luz guia para todas as áreas da minha existência. Confio e acompanho minha intuição.’

Leia esta intenção para você algumas vezes em silêncio e, em seguida, mais algumas vezes em voz alta até que se sinta familiar e que você seja capaz de recitá-lo sem lê-lo. Então, concentre-se em você, imagine o que seria ter sua intuição como sua luz orientadora constantemente em sua vida. Construa a energia e o sentimento dentro de você de quão fácil e lindo é para você confiar na sua intuição. Imagine-se recebendo intuição, quão maravilhoso se sente para segui-lo e como tudo funciona magicamente para você quando você segue sua intuição. Com o sentimento de construção dentro de você, comece a recitar a intenção com os olhos fechados e canalizando o sentimento para suas palavras, como você diz em voz alta. Continue até sentir que está incorporando completamente um sentimento de seguir e confiar na sua intuição. Então expire três vezes enviando energia para o seu Chakra da Estrela da Terra para aterrar completamente a energia.

Deixando ir

A mente aberta é uma vontade de deixar ir as ideias, crenças e pensamentos preconcebidos, bem como medos, julgamentos e distrações. Isso significa que você não se mantém em um espaço, pensamento ou crença, em vez disso você adota uma natureza fluida, onde o processo de deixar ir e estar em paz dentro do seu ser torna-se mais importante para você experimentar.

Primeira indicação, especialmente com medos, julgamentos, dores e distrações que estão segurando você em um único estado, este estado é um estado de espírito limitado, como se você tivesse todas as cortinas fechadas em uma sala com muitas janelas e assim você não pode ver além da sala em que você existe. Para liberar as limitações, há simplesmente a necessidade de uma disposição para deixar o que você está enfrentando como se estivesse se alinhando com outro estado de ser que você prefere experimentar. Quando você contempla deixar o seu estado limitado de mente, você se permite ver, sentir e reconhecer sua experiência de outra perspectiva. Esta simples mudança permite que você acesse maior compreensão, cura e suporte seja de você, de outros ou de guias dentro do Universo do Criador. Quanto mais você praticar esse processo simples, mais natural se tornará.

Uma prática que complementa sua vontade de deixar ir é tomar um tempo para imaginar sua mente e seu cérebro carregados de luz de sua alma. Existe um processo de renovação profundo e poderoso que permite ver e perceber a si mesmo e a sua realidade de uma maneira nova. Imagine com sua mente, seu cérebro e, na verdade, todo o seu ser cheio de luz da sua alma que você olha para si mesmo e para o mundo ao seu redor. Você está vendo e percebendo a partir de um espaço de paz e amor. Aproveite para reconhecer novas percepções e ideias. Com a prática, você se acostumará a este espaço dentro de você e começará a ver constantemente sua realidade a partir deste espaço sagrado dentro de você.

Uníssono

Ver-se como separado dos outros, como solitário ou sozinho, é uma ilusão que causa tremenda dor interior. Quando você se percebe como sendo conectado e em uníssono com tudo o que é o Criador, incluindo pessoas, energias, situações, plantas, etc; você se sente cumprido, vivo e no fluxo divino do Criador. Basta imaginar a energia dentro do seu coração que você sente que representa sua essência, a verdade, tudo o que você é. Reconheça a cor ou as cores da energia e como ela se sente. Em seguida, envie a energia do seu coração ao seu corpo e a sua aura como uma corrente de luz. Imagine que a luz está conectando tudo em uníssono. Em seguida, envie a energia ainda mais para se conectar com seus arredores, a realidade, o mundo, todos os seres no Universo do Criador e assim por diante. Aproveite a sensação de conexão e unicidade. A energia que você expressou originalmente agirá como uma intenção para sua experiência de conexão.

Energia

Através das práticas anteriores, você pode ter reconhecido a sua capacidade de perceber, ver, sentir, ouvir ou reconhecer a energia que se desloca de você e para você. A prática que eu, Lord Merlin, compartilho com você agora é simplesmente sobre dirigir energia. Tire um tempo para experimentar e se concentrar em descobrir a melhor maneira para você dirigir a energia. É através de suas mãos, olhos, chakra do terceiro olho, pensamentos, coração ou de outra forma. Experimente até descobrir uma maneira maravilhosa para você dirigir a energia do Criador de seu ser, seja para uma pessoa, planta, animal, situação, na verdade, seja o que quiser. Pratique isso muitas vezes, e você notará sua capacidade de experimentar e transmitir o fortalecimento e desenvolvimento de energia.

O Propósito de Lord Merlin com Você

É meu propósito, como Lord Merlin, despertar para dentro de você intenções puras nascidas de sua alma. Para guiá-lo para fortalecer e concentrar suas habilidades, para compartilhar com você novas ideias que continuamente expandem sua consciência e incentivam-no a se conectar mais profundamente com sua essência interior e o mundo. Eu farei isso assim que tiver completado as práticas que compartilhei com você. Quando você se sentir pronto, invoque minha energia, Lord Merlin, para co-criar uma aceleração em sua ascensão comigo. Cada vez que você meditar comigo, repita a invocação abaixo.

‘Lord Merlin, eu chamo você para se juntar comigo em minha meditação agora. Com sua energia focada em mim e derramando em meu ser, agora recebo sua orientação e assistência com gratidão. Por favor, ajude-me a descobrir minhas intenções puras nascidas da minha alma. Me ajude a fortalecer minhas habilidades, recebendo novas ideias e inspiração e conectando-me mais profundamente na minha essência interior e com o mundo. Agradeço antecipadamente por sua ajuda.’

Imagine diante de você um círculo de luz verde girando; Estou presente no outro lado do círculo que existe entre nós. Receba energia do círculo de luz verde até que você entre dentro do círculo comigo. Eu, Lord Merlin, trabalharei com a sua energia apoiando as mudanças e transformações necessárias. Você pode me chamar em quatro meditações separadas. Na primeira, eu despertarei dentro de você da sua alma, intenções puras para você e para a realidade que são apropriadas para você reconhecer. Na segunda, apoiarei um fortalecimento interior e um maior foco sobre suas habilidades sagradas. Na terceira, vou compartilhar com você novas ideias para expandir sua consciência. Na quarta meditação, vou apoiá-lo na conexão mais profunda com sua essência interior e com o mundo.

Estou ansioso para co-criar com você,

Lord Merlin

Canal: Natalie Glasson

Fonte: http://www.natalieglasson.com / http://www.omna.org/

Tradução: Sementes das Estrelas – Leony Nogueira 

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/06/lord-merlin-instrucoes-para-maturidade.html

Anúncios

Parte I   aqui
Parte II  aqui

Os cristãos são ensinados que o pai de Jesus, José, era um carpinteiro, como explicado nos Evangelhos de língua inglesa. Mas não nos Evangelhos originais.

A melhor tradução realmente afirma que José era um Mestre do Ofício ou Mestre Artesão. A palavra “carpinteiro” era simplesmente um conceito do tradutor para um artesão. Qualquer pessoa associada com a Maçonaria moderna reconhecerá o termo “o Artesão” e não tem nada a ver com trabalhos em madeira.

O texto simplesmente indicava que José era um homem magistral, erudito e sábio.

Outro exemplo é o conceito do Nascimento Virginal. Os Evangelhos de língua inglesa nos dizem que a mãe de Jesus, Maria, era uma “virgem” e, como entendemos a palavra, denota uma mulher sem experiência de união sexual.

Mas isso foi traduzido inicialmente não do grego, mas do latim, que se referia a Ela como sendo uma virgem, significando nada mais do que uma “jovem mulher”. Para significar a mesma coisa que “virgem” hoje, no latim teria sido “virgem intacta” – isto é, uma “jovem mulher intacta”.

Olhando para trás além do texto latino descobrimos que a palavra traduzida para virgem (uma jovem mulher) era a velha palavra semítica almah que significava o mesmo: uma “jovem”, e não tinha qualquer conotação sexual. Se Maria realmente tivesse sido fisicamente virgem intacta, a palavra semítica usada teria sido bethulah, não almah.

Então, estamos completamente equivocados com os Evangelhos?
Não; nós fomos equivocados pelas traduções inglesas dos Evangelhos.

Também por uma determinação da Igreja que tem feito tudo em seu poder para negar às mulheres qualquer estilo de vida normal na história do Evangelho.

Assim, as mulheres-chave do Novo Testamento são retratadas como virgens, prostitutas e às vezes viúvas – mas nunca namoradas, esposas ou mães todos os dias, e certamente nunca Sacerdotisas ou Irmãs Santas.

Não obstante o dogma do nascimento virginal, os evangelhos nos dizem uma e outra vez que Jesus era descendente do rei David por seu pai Josè. Mesmo São Paulo explica isso em sua Epístola aos Hebreus.

Mas os cristãos são ensinados que o pai de Jesus era um humilde carpinteiro, enquanto sua mãe era virgem – o que não pode ser encontrado em qualquer texto original.

Segue-se, portanto, que, para tirar o melhor dos Evangelhos, temos de ler como foram escritos, não como foram interpretados de acordo com a doutrina da Igreja e a linguagem moderna.

Precisamente quando os quatro Evangelhos principais foram escritos é incerto. O que sabemos é que eles foram publicados pela primeira vez em vários estágios na segunda metade do primeiro século. Eles foram unânimes inicialmente em revelar que Jesus era um Nazareno.

Isso é confirmado nos anais romanos. Além disso, as crônicas judaicas do século I, juntamente com os Atos dos Apóstolos da Bíblia, confirma que tanto o irmão de Jesus, Tiago, como São Paulo, eram líderes da seita dos nazarenos.

Esta definição nazarena é muito importante para a história do Graal, porque muitas vezes foi mal interpretada para sugerir que Jesus veio da cidade de Nazaré.

Nos últimos 400 anos, os Evangelhos de língua inglesa perpetuaram o erro ao traduzir erroneamente “Jesus o Nazareno” como “Jesus de Nazaré”, embora não existisse uma conexão histórica entre Nazaré e os nazarenos.

De fato, o assentamento em Nazaré foi estabelecido na década de 60, trinta anos depois da crucificação. Ninguém nos primeiros anos de vida de Jesus veio de Nazaré – não estavam lá! Os nazarenos eram uma seita liberal judaica, contrária ao estrito regime hebraico dos fariseus e saduceus.

A cultura e a língua nazarenas foram fortemente influenciadas pelos filósofos da Grécia antiga e sua comunidade apoiou o conceito de igualdade de oportunidades para homens e mulheres. Documentos da época não se referiam a Nazaré, mas à comunidade nazarena, onde as sacerdotisas coexistiam em igualdade de condições com os sacerdotes.

É preciso lembrar, portanto, que Jesus não era um cristão: ele era um nazareno – um judeu radical e ocidentalizado. O movimento cristão foi fundado por outros na sequência da sua própria missão, com a palavra “cristão” gravada pela primeira vez em 44 dC em Antioquia, Síria.

No mundo árabe, a palavra usada para descrever Jesus e seus seguidores é nazara. Isto é confirmado no Corão islâmico e a palavra significa “guardiões” ou “guardiões”. A definição completa é Nazara ha-Brit: ‘GUARDIÕES DA ALIANÇA’.

No tempo de Jesus, os nazarenos viveram na Galiléia e naquele reino místico que a Bíblia chama de “deserto”, que era na verdade um lugar muito definido. Era essencialmente a terra em torno do estabelecimento principal em Qumrân, que espalhou para fora de Mird e em outros lugares perto do mar. Foi em Qumrân que os Pergaminhos do Mar Morto foram descobertos em 1948.

Algum tempo depois da crucificação, Pedro e seu amigo Paulo foram para Antioquia, e depois para Roma, começando o movimento que se tornou o cristianismo.

Mas Jesus, juntamente com seu irmão Tiago e a maioria dos apóstolos, continuaram os ensinamentos nazarenos, progredindo-os para a Europa, onde foram associados com a IGREJA CELTA. Esta Igreja foi formalmente implementada como a igreja de Jesus em 37 dC, enquanto a Igreja Romana foi formada 300 anos depois.

Através de muitos séculos, a Igreja Celta, com sua cultura nazarena, era diretamente oposta à Igreja de Roma – a principal diferença era que A FÉ CELTA ERA BASEADA NOS ENSINAMENTOS, CÓDIGOS E PRÁTICAS DO PRÓPRIO JESUS.

O cristianismo romano, por outro lado, transformou Jesus no objeto de sua veneração religiosa, deixando seus ensinamentos para criar uma fé “híbrida” imperial para o benefício dos imperadores e papas. Ela existe, de fato, não como cristianismo, mas como “igrejismo”.

Além de mal-entendidos, interpretações errôneas e traduções equivocadas, os Evangelhos canônicos sofrem de inúmeras modificações intencionais.

Algumas entradas originais foram alteradas ou excluídas, enquanto outras entradas foram adicionadas para atender aos interesses da Igreja. A maioria dessas edições e emendas foram feitas no século IV, quando os textos foram traduzidos para o latim de suas línguas originais grega e semítica.

Ainda mais cedo, aproximadamente em 195 dC, Dom Clemente de Alexandria fez a primeira alteração conhecida nos textos evangélicos. Ele apagou uma seção substancial do Evangelho de Marcos (escrito mais de cem anos antes dessa época) e justificou sua ação em uma carta, dizendo: “Pois mesmo se eles disserem alguma coisa verdadeira, quem ama a verdade não deveria concordar com ela, porque nem todas as coisas verdadeiras devem ser ditas a todos os homens.”

O que ele quis dizer é que, mesmo naquela fase inicial, já havia uma discrepância entre o que os escritores do Evangelho tinham escrito e o que os bispos queriam ensinar.

Hoje, esta seção apagada por São Clemente ainda está ausente do Evangelho de Marcos. Mas quando Marcos é comparado com o Evangelho que conhecemos hoje, descobrimos que o Evangelho de hoje é muito mais longo do que o original, tendo feito adições espúrias/apócrifas.

A RESSURREIÇÃO

Uma destas seções adicionais compreende toda a sequência da Ressurreição – totalizando doze versos completos no final de Marcos, capítulo 16. Agora se sabe que tudo aqui contado sobre os eventos após a Crucificação foi adicionado pelos escribas da Igreja em algum momento no final Século IV.

Mas o que exatamente estava nesta seção de Marcos que Clemente achou conveniente remover?

Era o item que tratava de Lázaro. No contexto do texto original de Marcos, Lázaro foi retratado num estado de excomunhão: morte espiritual por decreto, não em estado de morte física.

O relato ainda tinha Lázaro e Jesus chamando um ao outro antes do túmulo ser aberto. Isso, naturalmente, derrotou o desejo dos bispos de retratar a ressurreição de Lázaro como um “milagre” espiritual, não como uma libertação direta da excomunhão.

Mais importante ainda, estabeleceu o cenário para a história da crucificação do próprio Jesus, cuja criação subsequente da morte espiritual foi determinada pela mesma regra de três dias que se aplicava a Lázaro.

Jesus foi ressuscitado da morte por decreto no terceiro dia legal, mas, no caso de Lázaro, Jesus burlou as regras ressuscitando seu amigo após o período de três dias de doença simbólica.

Nesse ponto, a morte civil teria se tornado absoluta aos olhos dos anciãos legais do Conselho do Sinédrio, e Lázaro teria sido envolto num saco e enterrado vivo.

Seu crime foi de que ele tinha levado a uma violenta revolta popular para salvaguardar o suprimento público de água que tinha sido desviado através de um novo aqueduto romano em Jerusalém.

O que fez Lázaro ressuscitar foi que Jesus executou a libertação, enquanto não possuía nenhum direito sacerdotal para fazê-lo – posteriormente Herodes-Antipas da Galileia obrigou o Sumo Sacerdote de Jerusalém reconhecer o evento sem precedentes.

Havia, no entanto, um pouco mais para a parte removida de Marcos, porque, ao contar a história de Lázaro, o relato deixou perfeitamente claro que Jesus e Maria Madalena eram homem e mulher.

A história de Lázaro agora aparece apenas no Evangelho de João, mas contém uma sequência estranha que tem Marta vindo da casa de Lázaro para cumprimentar Jesus, enquanto sua irmã, Maria Madalena, permanece dentro até ser convocada por Jesus.

Em contraste com isso, o relato original de Marcos relatou que Maria saiu da casa com Marta, mas foi então castigada pelos discípulos e enviada de volta para casa para esperar a instrução de Jesus.

Esta era uma exigência específica da lei judaica, segundo a qual uma esposa em ritual de luto não era permitida sair da propriedade até que instruída por seu marido.

Há muita informação fora da Bíblia para confirmar que Jesus e Maria Madalena foram casados.

Mas há alguma coisa relevante nos Evangelhos de hoje – algo que talvez os editores tenham perdido? Na verdade, existe.

Há sete listas dadas nos Evangelhos das mulheres que eram companheiras regulares de Jesus. Estas listas incluem a sua mãe, mas em seis destas sete listas o primeiro nome dado (mesmo à frente da mãe de Jesus) é o de Maria Madalena, deixando claro que ela era, de fato, a Primeira Dama: a Rainha Messiânica.

Mas o casamento está detalhado nos Evangelhos?
Na verdade, está.

Muitos sugeriram que o casamento em Canaã foi o casamento de Jesus e Maria Madalena – mas esta foi simplesmente a festa de noivado pré-matrimonial.

O casamento é definido pelas unções completamente separadas de Jesus por Maria, em Betânia. Cronologicamente, essas unções (como dadas nos Evangelhos) estavam separadas por dois anos e meio.

Os leitores do século I teriam sido plenamente familiarizados com o ritual de duas partes do casamento sagrado de um Herdeiro Dinástico. Jesus, como sabemos, era um Messias, o que significa simplesmente um “Ungido”.

De fato, todos os sacerdotes anciãos ungidos e reis davídicos eram Messias; Jesus não era único.
Embora não seja um sacerdote ordenado, ele ganhou seu direito ao estatuto de Messias por meio da descendência do rei David e da linhagem real, mas ele não alcançou esse status até que foi ritualmente ungido por Maria Madalena, em sua mestria como sacerdotisa nupcial.

A palavra “Messias” vem do verbo hebraico mashiach: “ungir”, que deriva do messeh egípcio: “o santo crocodilo”. Foi com a gordura do messeh que as noivas da irmã do Faraó ungiram seus maridos no casamento, e o costume egípcio brotou da prática do rei na antiga Mesopotâmia.

Na Canção dos Salomões do Antigo Testamento, aprendemos sobre a unção nupcial do rei. É detalhado o ritual em que o óleo usado em Judah era o unguento perfumado do nardo indiano (um caro óleo da raiz dos Himalaias).

\No Novo Testamento, a unção de Jesus por Maria Madalena foi realmente realizada enquanto ele estava sentado à mesa, e especificamente com o unguento nupcial do nardo indiano.

Depois, Maria enxugou os pés de Jesus com os cabelos e, na primeira ocasião da cerimônia de duas partes, ela chorou. Todas estas coisas significam a unção marital de um herdeiro dinástico.

Outras unções dos Messias (seja na coroação ou admissão no sacerdócio sênior) sempre foram conduzidas por homens: pelo Alto Zadoque ou o Sumo Sacerdote. O óleo utilizado era azeite, misturado com canela e outras especiarias, porém nunca o nardo indiano.

Este óleo era a prerrogativa expressa de uma noiva messiânica que devia ser uma “Maria” – uma irmã de uma ordem sagrada. A mãe de Jesus era uma Maria; assim também sua esposa teria sido uma Maria, pelo título, se não pelo nome batismal. Algumas ordens conventuais ainda mantêm a tradição, acrescentando o título “Maria” aos nomes batismais de suas freiras.

Casamentos messiânicos sempre foram conduzidos em duas etapas. O primeiro (a unção em Lucas) foi o compromisso legal para o casamento, enquanto o segundo (a unção posterior em Mateus, Marcos e João) foi a homologação do contrato.

No caso de Jesus e Maria, a segunda unção era de particular significado para, como explicado por Flávio Josefo nas Antiguidades do século I dos judeus, a segunda parte da cerimônia de casamento nunca foi conduzida até que a esposa estivesse grávida de três meses.

Os herdeiros dinásticos como Jesus eram expressamente obrigados a perpetuar suas linhagens. O casamento era essencial, mas o direito comunitário protegeu as dinastias contra o casamento com mulheres que se mostraram estéreis. Esta proteção foi fornecida pela regra da gravidez de três meses. Os abortos espontâneos não aconteciam frequentemente após esse prazo.

Quando ungiu seu marido naquele estágio, à noiva messiânica foi dito para ungi-lo para o enterro, como confirmado nos Evangelhos. Por isso, a partir daquele dia, ela levaria um frasco de nardo em volta do pescoço, durante a vida de seu marido, para ser usado novamente em seu sepultamento.

Foi com este propósito que Maria Madalena teria ido para o túmulo de Jesus, como fez no sábado após a crucificação.

Depois da segunda unção de Betânia, os Evangelhos relatam que Jesus disse: “Onde quer que este Evangelho seja pregado por todo o mundo, também será feito por memória dela (Maria Madalena)”.

Mas as autoridades da Igreja Cristã honraram Maria Madalena e falaram desse ato como um memorial? Não, elas não; ignoraram completamente a diretriz de Jesus e denunciaram Maria como uma prostituta.

CONTINUA…

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Lawrence Gardner, Karenlyster.com
http://www.karenlyster.com/body_bookish1.html
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br
Grata Vilma!

LUZ!
STELA

http://www.decoracaoacoracao.blog.br/2017/05/linhagem-do-santo-graal-parte-iii.html

Osho: PRIMEIRO FIQUE SOZINHO

17ff2-orar

 

 

Primeiro comece a se divertir sozinho.

Primeiro amar a si mesmo.

Primeiro ser tão autenticamente feliz, que se ninguém vier, não importa; você está cheio, transbordando.

Se ninguém bate à sua porta, está tudo bem.

Você não está em falta.

Você não está esperando por alguém para vir e bater à porta.

Você está em casa.

Se alguém vier, bom, belo.

Se ninguém vier, também é bom e belo.

Em seguida, você pode passar para um relacionamento.

Agora você se move como um mestre, não como um mendigo.

Agora você se move como um imperador, não como um mendigo.

E a pessoa que viveu em sua solidão será sempre atraído para outra pessoa que também está vivendo sua solidão lindamente, porque o mesmo atrai o mesmo.

Quando dois mestres se encontram, mestres do seu ser, de sua solidão, a felicidade não é apenas acrescentada: é multiplicada.

Torna-se um tremendo fenômeno de celebração.

E eles não exploram um ao outro, eles compartilham.

Eles não utilizam o outro.

Em vez disso, pelo contrário, ambos tornam-se UM e desfrutam da existência que os rodeia.

Osho.

TEMPLO DO SOL

http://www.templodosol.org

http://templodosol1.blogspot.com.br/2016/09/osho-primeiro-fique-sozinho.html

 

Amada Família da Luz, quando você começou este ano de 2016, nós lhe dissemos, com muito amor, que 2016 seria um ano desafiador e que seria necessário incorporar a sua Mestria de uma maneira poderosa. Enquanto o Portal de Leão de 2016 se aproxima, você se prepara, agora, para um novo começo e para iniciar o seu primeiro grande ciclo de criação como um Mestre encarnado e Alquimista.


O que isto significa?

Isso significa que você absorverá o que é de baixa frequência e você irá transformá-la e mudá-la para a Luz Dourada!

Mesmo que você possa estar cercado por pessoas que estão cheias de medo e raiva e outras emoções de baixa frequência, e que estejam fazendo escolhas com base nessas emoções, você irá fazer as suas escolhas a partir do Amor e da Compaixão e você será a Luz Diamante que brilha de forma clara e magnífica.

Amado, agora não é o momento de desistir ou de recuar. Agora é a hora de compreender plenamente quem você é, quem você se tornou, e avançar para a Luz Esmeralda como um Mestre totalmente incorporado, um Criador e Alquimista da Luz.

Neste momento de caos e desafios, enquanto o velho desaparece e o novo ainda está para se manifestar, é você que está aqui para manter a energia do Novo, para ser a Nova Terra e para incorporar o Poder e o Empoderamento da Alma da Nova Terra.

O PORTAL DE LEÃO E O ANO NOVO PLANETÁRIO:
UM NOVO CICLO DO TEMPO E DE CRIAÇÃO

No dia 26 de julho, você irá entrar no Ano Novo Planetário.

Este é o Tempo celebrado pelos Antigos Egípcios e os Maias, como o momento em que o planeta começa uma Nova Espiral da evolução Galactica, em alinhamento com o Grande Sol Central e o Coração Cósmico Divino.

Ele marca a abertura do Portal de Leão, o que permite um poderoso influxo de Códigos de Luz que irão moldar a forma de experiência no próximo ano. Estes Códigos de Luz irão elevá-lo a outro nível de evolução e experiência se você permitir este processo, mas se você não estiver alinhado ou estiver em uma baixa frequência de ansiedade e medo, irá simplesmente continuar a criar nesse mesmo nível novamente.

Amado, esteja aberto a esse grande influxo de Luz e Bênçãos que está vindo para você enquanto este Portal Estelar começa a se abrir em 26 de Julho, e culmina no dia 8 de Agosto, no 8/8, e se fecha no dia 12 de agosto. Aqui está uma “janela” de Luz e Oportunidade para cada um de vocês, para um aprimoramento e para um novo nível e fase de sua evolução pessoal na Terra.

Haverá muitas distrações no mundo exterior. Muitos desastres e conflitos irão ocorrer que irão pedir a sua atenção e para alinhar a sua energia com a deles. Amado, é o suficiente estar ciente do que está acontecendo, mas concentre sua energia e atenção em seus processos internos e na necessidade de iniciar um Novo Ciclo de Criação pessoal que irá expressar um nível mais elevado de sua Alma e da Essência de sua Alma na Terra.

Decida por si mesmo quem você é e o que você irá criar em sua vida e na Terra e depois se concentre nisso. Não seja atraído pelas energias de qualquer coisa que não esteja em alinhamento com o que você deseja criar.

CICLOS DO TEMPO E O NOVO CICLO

Amado, em seu espaço da Terra da Quinta Dimensão em transição, você experimentou dois ciclos criativos de 8 a 9 anos, e você está começando um outro agora.

De 1999 a 2008 você criou, como a primeira onda de almas despertas na Terra, juntamente com as crianças Índigo e Cristal. Este período incluiu o evento 11/9 e o colapso econômico de 2008. Ambos os eventos foram destinados a distrair a atenção da criação do Novo, e manter as pessoas na Terra focadas nas mesmas velhas criações do medo e da falta que lhes permitem serem manipuladas e controladas.

Então, a partir de 2008 até o final de 2016, você esteve no segundo ciclo, onde houve uma continuação da baixa freqüência baseado em “eventos” de medo que são destinados a manter a humanidade em uma frequência baixa e a impedindo de avançar para a liberdade e o empoderamento.

Amado, se você estiver desperto e consciente, irá ver como esses eventos sempre ocorrem em momentos em que uma grande mudança é possível, de modo que o medo e a ansiedade evitem que muitos mudem, pois eles estão presos em seus próprios medos. Não deixe isso acontecer com você!

Agora, enquanto você começa o processo para a criação do ciclo 2016/2017 para 2026, concentre-se na Consciência Superior, na Sabedoria Superior, e no que você deseja criar para si mesmo e para a Terra, enquanto você ajuda no processo de manifestação para a Nova Terra .

O MESTRE QUE VOCÊ É E O PODER QUE FLUI
ENQUANTO A SÉTIMA DIMENSÃO SE ABRE

Você tem tudo o que precisa dentro de você. Nos últimos dois ciclos de evolução e crescimento, você ativou o Poder Pessoal e a Criatividade que precisa. Você ativou o seu Corpo de Luz e o Sistema de Energia de 13 Chacras que você precisa para que possa receber e integrar os Códigos de Luz que chegam. Você abriu seu Coração para receber a Luz Dourada da Consciência Crística com o seu Amor e Compaixão no centro de sua existência.

Então, você recebeu os Códigos Diamante que lhe permitiram que você se reconectasse com a sua herança Galáctica, e os códigos Esmeralda que lhe permitiram se reconectar com a Natureza e o Coração Verde da Terra.

Mais recentemente, você começou a religação dos seus meridianos de energia que lhe permitem a reconexão com os poderosos fluxos de energia criativa e intuitiva do lado direito do cérebro e equilibrar estes e integrá-los com a capacidade do Lado Esquerdo do Cérebro de organizar e criar narrativas.

Amado, esta energia poderosa que está fluindo para o Planeta agora é uma torrente de Bênçãos e de abundância criativa, mas a menos que ela seja recebida com equilíbrio e integrada no seu sistema do Corpo de Luz, ela tem o potencial de desestabilizar o seu campo de energia.

Este fluxo de Energia deve, então, ser recebido pelo Portal da Glândula Pineal e, em seguida, transmitido pelo lado direito e esquerdo do cérebro e depois para o Coração. De lá, ele deve ser ancorado na Terra através da Manifestação e conexão com a Estrela da Terra(*) e os centros do Coração da Terra.

(*) Nota Stela – o chakra estrela da terra se localiza a uns 30 cm abaixo dos pés.

Aqueles que não estiverem ancorando essa energia irão sentir esta energia correndo “sem controle” em seu sistema, e eles irão se tornar agressivos, com medo, explosivos e com raiva. Aqueles que não tiverem ligação com a sua Alma e seu Eu Superior irão se sentir desorientados, confusos, ansiosos e incapazes de encontrar o seu lugar no mundo.

Todo o propósito de sua evolução em seus dois últimos ciclos tem sido o de reconectar Espírito e Corpo, Céu e da Terra, de modo que seu Corpo e Alma seja Um.

É a sua Alma que irá fornecer o centro de seu Ser e de sua Vida agora. Você é o Mestre, a sua Alma se conecta com o seu Centro Cardíaco, com Amor e Paz. Você manifesta a partir da Alma e do Espírito na Matéria, seguindo as leis do Equilíbrio e do Poder Criativo Divino. Você cria um Jardim de Paz e de Criatividade dentro de seu Coração e Alma que se manifesta em torno de você.

Amado, não busque a Paz e a Harmonia no mundo exterior, ou nos outros, agora.

Você é aquele que está aqui para demonstrar a Mestria e para abrir o Portal da Sétima Dimensão. Aqueles em torno de você no mundo ainda lutam para entender a Quinta Dimensão, e a Magia da Sexta Dimensão, assim eles não podem, neste momento, estar naquele espaço de expansão onde você está agora, pronto para seguir em frente.

A Sétima Dimensão é a frequência do Mestre e é o foco e o ponto final do processo de Ascensão.

Para você, Amado, isto significa estar aqui na Terra, no meio da confusão e caos, e estar neste espaço de Quietude Interior e Paz. Significa estar ligado ao poderoso Fluxo da Inteligência Criativa Divina e de ser capaz de dirigir esse Fluxo na Manifestação Mágica através da Intenção e Foco. Significa viver sem medo, sem expectativas e apegos, mas simplesmente no Fluxo do Amor, Criatividade e Manifestação Divina.

Viver como um “Mestre” não significa ser “perfeito”. Significa ser quem você é como uma Alma em um Corpo e expressar a sua Alma em alinhamento com o Espírito, em tudo o que você experiencia e manifesta na Terra.

Amado, enquanto estes Portais estão se abrindo, você é muito bem-vindo para atravessar este limiar e reivindicar o seu espaço nas Dimensões Superiores da Luz enquanto elas se abrem para a Terra. Estas Frequencias intensas de luz brilhante e Luminosidade iluminarão tudo o que você fizer neste momento.

E, quando você fizer isto, saberá e confiará que estará sempre seguro e que será bem cuidado. Sua Alma o protegerá e o Espírito o guiará, à medida que você tece e cria com a Inteligência Criativa Divina como um Mestre Encarnado de Luz

O PORTAL MÁGICO SE ABRE

Então, Amada Família da Luz, neste poderoso Ano Novo e no Portal de Leão também haverá uma abertura poderosa para a Sétima Dimensão de Mestria Ascensionada, disponível para você, se você assim desejar avançar neste caminho.

Você saberá que está pronto. Você irá sentir que dominou a Quinta Dimensão da Unidade e liberou o domínio da Dualidade e da Sombra em sua vida. Você estará pronto para acolher o Amor, a Criatividade e a Magia da Sexta Dimensão e fluir com os poderosos Códigos de Luz e as Correntes de Luz, sem Medo.

Você estará pronto para equilibrar-se entre o Céu e a Terra, e avançar como um Mestre dessas Energias na Terra.

Você estará pronto, quando os Portais se abrirem, para expressar plenamente a sua Alma no Plano Material como o Novo Humano da Nova Terra.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
nososarcturianos.blogspot.com.br
sandramluz2011@gmail.com
Fonte – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://starchildglobal.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

http://nososarcturianos.blogspot.com.br/2016/07/o-portal-de-leao-de-2016-e-o-ciclo-do.html

 

Mensagem do Mestre Sananda

Canalizada por Elsa Farrus

Em 07 de outubro de 2015

A ativação da glândula pineal como receptor de sua realidade e origem das criações de suas vidas é que está permitindo a energia do interior para o exterior as energias para reativar os tecidos de conexão física e transmitir a informação para o tronco neuronal central.

Por isso, mais do que nunca a energia está mais presente em seu corpo.

Porque, como dissemos ontem no curso a você e sua amiga, é TEMPO DE SER, agora é tempo de ser, de irradiar, de permanecer e de estar presente de maneira consciente em todas as suas ações.

Cada vez mais se desvanecem os futuros e o chamado do coração individual é mais intenso para que cada um de vocês construa por si mesmo.

Esqueçam-se de profecia, de coletivos e de futuros, somente o presente é real, e o presente se constrói em suas escolhas, compreendam isso, vocês, os canalizadores são somente mensageiros de energias entre planos, mas não são visionários, nem líderes, nem alguém para ser seguido, são somente comunicadores de outros planos de energia e nós, os seres de luz também somos comunicadores de outros planos de energia que já se transformarão na profundidade no que vocês estão fazendo, por isso nós os acompanhamos em seus processos pessoais e planetários como guias pela experiência vivida, não como seres de luz que mudarão suas vidas, e sim como seres vivos que sabem pelo que vocês estão passando e enfrentando, e caminhamos ao seu lado para que estas realidades sejam mais confortáveis e compreensíveis.

Amada menina, a ponte autêntica de transformação são vocês, e agora cabe a vocês poder conduzir um tempo globalmente diferente, mas que nasce da presença de vocês.

De estar presentes em seu presente

E somente assim se pode plasmar a realidade.

Por isso está se ativando a união entre a glândula pineal e o ponto da alma, ou seja, entre a pineal e o chakra do coração, em sua parte posterior da coluna à altura dos dorsais.

Daí a intensa atividade física em seus corpos e suas colunas vertebrais; é pela reativação dos milhares de fios de luz que as compõem e a absorção da vibração entrante.

Saibam que o corpo de luz é mais infinito do que vocês imaginam e está interconectado com o akasha e com todos em unidade, mas o corpo vibracional é muito concreto, é muito físico e está em seu interior, em seu chakra timo, em seu chakra do coração ascendido, ou seja, plexo, coração e garganta, e é ele que vai plasmar suas vidas na atualidade em duas formas.

Primeiramente é onde se situa seu ponto de ancoragem, ponto de montagem, a capacidade de estar unido a uma realidade concreta, ou seja, vocês são a manifestação da realidade que estão enfocando, sabemos que é fácil de compreender e ao mesmo tempo sumamente complexo quando as realidades plasmadas não são as desejadas, pois não coincidem em absoluto com a nossa imagem de nós mesmos.

Por isso esta transição desde o 888 ou portal de Leão até dezembro e durante todo o ano de 2016 para vocês terminarem de se encontrar e concretizarem sua felicidade… Sim, dissemos felicidade, vocês não podem irradiar nada que cresça sem a alegria de viver, o objetivo real da realidade atual é a alegria de serem vocês mesmos em cada instante de sua vida, é a necessidade de serem seres de luz que permanecem fieis ao seu coração, caso contrário irradiam outras realidades, cólera inconsciente ou consciente, tristeza, cansaço, incompreensão, multiplicando as egrégoras coletivas como até a realidade atual.

Por isso até que não atendam suas emoções, todos os caminhos estarão cortados incompreensivelmente, economia, amizades, emoções e o próprio corpo, até que não encontrem a essência de seu próprio ser, não há materialização além de sua própria dispersão, agora é o momento de terminar de se encontrar para ser…

Segunda: a frequência de luz estabelece um percurso entre a pineal e o ponto da alma situado no chakra do coração à altura das dorsais, que é a chave da recepção de sua memória ancestral, é a união concreta com todos os seus eus multidimensionais através do ponto da alma quando recebe a informação de sua glândula pineal (me mostram como algo novo chega à minha vida, entra na pineal ou pelo chakra da coroa ou pelo chakra causal e se integra ao Prana e às cervicais em direção do chakra do coração, aí essa informação se integra e se expande pelo chakra timo para todo o ponto de montagem ou eixo da consciência diamantina e isso manifesta a informação e sua causa e consequência não somente para o tempo real, mas também compartilhada para todos os planos de consciência em que estivemos ou estamos em outros corpos).

Por isso é importante, para receber mais frequência de vibração e do corpo energético, o alinhamento do mesmo e a restauração daquelas fibras de luz tanto internas como externas que nos remodelam por dentro e por fora.

Essa é a chave da manifestação, ou seja, a distribuição do impulso eletromagnético através do chakra do coração e chakra timo.

Nestes dias estarão com sonhos muito lúcidos, inclusive intensos, que os ajudarão a cocriar suas realidades e ao mesmo tempo eles mostrarão onde não há caminho, ainda que aparentemente sejam incoerentes.

Amados seres de luz, sintam essa abertura como a oportunidade de regenerar a vocês mesmos e recebam no próximo portal 8-11-8, ou seja, 2+0+1+5 = 8, que lhes dá a oportunidade de restaurar sua capacidade de integração e manifestação para os próximos tempos.

É tempo de estarem presentes e de concretizarem sua vibração, todos vocês estão distribuídos na consciência pelo planeta e os ajudará a concretizar um raio de ação das energias entrantes que permite aumentar junto com vocês uma energia grupal. Sabemos que foram grandes períodos de solidão, mas agora a energia de solidão e tristeza recebe uma nova injeção solar que abrirá sua antiga essência como seres criadores.

Um forte abraço desde o Sol Central de Alcyon.

Obrigada a todos, podem compartilhar livremente esta informação.

Elsa Farrus

Fonte: http://www.ascensiongaia.es/

Tradução: Blog Sintese http://blogsintese.blogspot.com.br

http://blogsintese.blogspot.com.br/2015/10/sananda-ativacao-da-glandula-pineal.html

%d blogueiros gostam disto: